Guia Gessulli
07-Abr-2017 09:32 - Atualizado em 07/04/2017 11:33
Saúde Animal

Com aquisição da Merial, Boehringer Ingelheim mira liderança global

Com a aquisição da Merial finalizado, a companhia espera mais que dobrar o seu faturamento global nesse ano. Cerca de 20 produtos devem ser lançados nos próximos dois anos

personalidades, fotos atualizadas ,
Personalidades
A Boehringer Ingelheim vai competir globalmente pela liderança mundial do mercado de saúde animal. O anúncio foi feito ontem (06/04) em São Paulo (SP), pelo country head da empresa no Brasil, Francisco (Paco) Escudero. “Com a aquisição da Merial, a Boehringer Ingelheim passou a ser a número dois no mercado global de saúde animal. Vamos competir pela liderança mundial nesse segmento”, afirmou Paco Escudero.

A Boehringer Ingelheim finalizou a aquisição da Merial no dia 1º de janeiro desse ano. A combinação das duas empresas de ponta, e altamente complementares, elevou a saúde animal a uma prioridade do desenvolvimento estratégico de longo prazo da empresa. A companhia passou a ser o principal fornecedor mundial de parasiticidas e vacinas para animais de produção e para pets. A empresa tornou-se líder global nas categorias de pets, suínos, equinos e saúde pública veterinária, com forte posicionamento em aves e bovinos.

Segundo Paco Escudero, estão previstos para os anos de 2017/18 cerca de 20 lançamentos de produtos para todas as espécies animais atendidas pela empresa. O foco principal em aves e suínos será a linha de biológicos, que deve ganhar investimentos e novos produtos. “Prevenção é a palavra de ordem dentro dos sistemas de produção animal, por isso vamos enfatizar muito o mercado de biológicos”, reforça o country head da Boehringer Ingelheim. No mercado, as marcas dos produtos adquiridos da Merial serão mantidas, agora comercializadas como Boehringer Ingelheim.

No ano passado, a empresa registrou um ano positivo para o seu negócio de saúde animal, com aumento de 8,5% do faturamento líquido, que totalizou 1,46 bilhão de euros. O negócio de saúde animal representará, no futuro, mais de 25% do faturamento total da Boehringer Ingelheim e empregará mais de 10 mil pessoas. A expectativa da empresa é que o faturamento líquido de saúde animal mais que dobre em 2017 quando comparado ao ano anterior, devido à integração da Merial. Assista a entrevista:

 

Avicultura e Suinocultura Industrial / Humberto Marques
Deixe seu Recado