12-Set-2017 13:44 - Atualizado em 12/09/2017 15:56
Insumos

ABCS realiza primeiro treinamento de mercado futuro de grãos

Capacitação possibilita aos participantes um melhor entendimento das alternativas para operar no mercado futuro de commodities agrícolas com intuito de minimizar riscos na atividade

,
divulgaçao
A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) realizou, na última segunda-feira (11/09), na sede da Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG), em Belo Horizonte (MG) o primeiro treinamento de mercado futuro de grãos. Para concretizar a capacitação, a ABCS contou com apoio das empresas Cargill e Nutron – ambas responsáveis por ministrar o minicurso de operação na Bolsa de Mercado Futuro. A ação contou com cerca de 30 participantes e é uma realização da ABCS em parceria com a ASEMG, Associação dos Suinocultores do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Astap), Associação dos Suinocultores do Vale do Piranga Coosuiponte (Assuvap) e Associações dos Avicultores e de Suinocultores do Espirito Santo (ASES). 

O objetivo do curso é apresentar aos participantes as alternativas para operar no mercado futuro de grãos, além de seus benefícios e desafios, para que o suinocultor possa minimizar os riscos da atividade e potencializar a rentabilidade do seu negócio. O diretor executivo da ABCS, Nilo de Sá, explica que o treinamento levou aos produtores mais uma ferramenta para o gerenciamento da granja. “O principal fator que impacta o custo de produção de suínos é o preço do milho e do farelo de soja. Assim, entender as opções de comercialização no mercado futuro, mensurar os riscos e benefícios e saber travar o preço destes insumos é fundamental para o que produtor possa minimizar os efeitos da alta volatilidade do mercado de grãos”, explica de Sá.

O vice-presidente da ASEMG, José Arnaldo Penna, conta que as informações adquiridas na ação são fundamentais para melhorar a sustentabilidade da produção suinícola. “Gostei muito do curso. Nós precisamos profissionalizar ainda mais a atividade e o conteúdo do treinamento vem a este encontro. As apresentações nos enriqueceram de informações, agora estou entendendo melhor como participar do mercado futuro de commodities e assim usar esse conhecimento a favor da nossa atividade”, destaca.

O treinamento foi um pedido das afiliadas da ABCS, que em fevereiro desse ano participaram do Workshop de Gestores e na oportunidade ressaltaram a necessidade de se ter melhores ferramentas para reduzir a exposição à volatilidade do mercado de grãos. Para o suinocultor André Braga Martins a ação realizada foi esclarecedora, pois pode sanar as dúvidas referente a melhor forma de reduzir riscos na compra de commodities agrícolas.

Para o produtor e consultor Eduardo Coulaud, cada vez mais é necessário que o produtor rural gerencie sua propriedade com muita cautela. “O treinamento ofereceu ao suinocultor a possibilidade de conseguir informações para blindar a volatilidade do mercado e se manter no negócio. A ideia é fazer uma análise muito eficiente de custos de grãos e as ferramentas hoje ensinadas podem trazer ao suinocultor a possibilidade de ele conseguir se manter competitivo na atividade”.

O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, explica que essa foi a primeira capacitação realizada mas garante que outras serão efetivadas, de acordado com a necessidade das estaduais. “Sabemos da importância desse tipo de ação, pois levamos informação e fomentamos a atividade. Para mim é sempre muito produtivo ter novas ferramentas que possam auxiliar no gerenciamento da granja e por isso a ABCS irá dar continuidade a esse projeto, quer será realizado mais duas vezes nesse ano e seguirá em 2018”, explica o presidente da ABCS.

ABCS
Deixe seu Recado