Guia Gessulli
11-Set-2020 10:23
Nota ACCS

ACCS se manifesta contra instalação de abrigo para animais próxima Central de Coleta e Difusão Genética

A ACCS reconhece como benéfica a construção do abrigo para animais, mas deve ser desenvolvida em outro local, para evitar comprometimento da Central de Coleta e Difusão Genética.

A Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), divulgou nota nesta sexta-feira (11/09), sobre o anúncio da Prefeitura de Concórdia para Instalação do abrigo para animais que deve ser próxima a Central de Coleta e Difusão Genética.

De acordo com a nota, a entidade reconhece como benéfica a construção do abrigo para animais, mas deve ser desenvolvida em outro local, para evitar comprometimento da Central de Coleta e Difusão Genética. "Desde que tomou conhecimento, pela imprensa, da iniciativa do Município (que sequer verificou as consequências desta ação), a ACCS tem mantido contato com a Administração Pública, a fim de posicionar as instalações do abrigo em outro imóvel".

Segundo a entidade a continuação do caminho exitoso trilhado até o momento pela suinocultura nacional depende de dois fatores: a “sanidade animal” e o “bem-estar animal”, que são verdadeiros tesouros da economia Concordiense, Catarinense e Brasileira, pois abrem portas comerciais em todo o mundo.  "E justamente estes dois pilares da atividade econômica estão sendo gravemente ameaçados pela intenção do Município de Concórdia de promover a construção de um abrigo de animais domésticos abandonados ao lado da Central de Difusão Genética".

A entidade também afirma que foram fornecidas informações acerca da gravidade dos efeitos da iniciativa do Município, que aponta a possibilidade de volumosos prejuízos ao Município (que será demandado a indenizar danos resultantes da interrupção ou cessação das atividades da ACCS no local), como também pela perda de receita. "Ainda que o reposicionamento da obra possa gerar pequeno atraso e até pequenos prejuízos, tais perdas são infinitamente menores do que os danos decorrentes de eventual interdição da Central, que inevitavelmente afetará a economia local, estadual e nacional, com risco de perda de certificações sanitárias que o Estado possui."

A nota ainda diz que o Município de Concórdia ainda não se sensibilizou com os alertas emitidos pela ACCS e pela sua disponibilidade em contribuir com soluções alternativas para a construção do abrigo de animais em outro local. 

 

Redação SI
Deixe seu Recado