AveSui 2020
10-Jun-2019 10:00 - Atualizado em 10/06/2019 16:12
IV Congresso de Zootecnia de Precisão

Adoção de novas tecnologias é desafio da próxima década para produção animal

Durante o IV Congresso de Zootecnia de precisão o Prof. Dr. Iran José Oliveira da Silva irá abordar as tecnologias disruptivas na produção animal - presente e futuro

Para o Prof. Dr. Iran José Oliveira da Silva, palestrante do IV Congresso de Zootecnia de precisão, dentre os grandes desafios dentro da cadeia de proteína animal para a próxima década é a adoção de novas tecnologias para aprimorar cada vez mais a redução de perdas e maximizando, potencializando os ganhos.  “Dessa forma a gente proporcionará ao produtor, as empresas produtos de melhor qualidade com maior eficiência e com um retorno financeiro melhor para todos”, completa.

Silva explica que temos que a cadeia deve estar  preparada para a produção animal 4.0. “Nós temos que estar preparados pra essa mudança que vem numa velocidade rápida cada vez maior e que não possa pegar os nossos seguimentos das cadeias produtivas de forma despreparada”, pontua.

O tema será amplamente discutido no dia 23 de julho durante o IV Congresso de Zootecnia de Precisão dentro da AveSui EuroTier South America. “Essa é grande importância de trazer a cadeia para proporcionar aos ouvintes dessa palestra onde nós podemos chegar e pra que caminhos estão sendo tomados em rumo da melhoria das vantagens e dos ganhos da cadeia produtiva”, afirma Silva

Segundo o professor o destaque de sua palestra será onde o setor pode chegar e quais as tecnologias já temos disponíveis. “o destaque vai ser exatamente onde nós chegaremos e a quanto anda as tecnologias disponíveis e que os pesquisadores hoje tem que pensar a frente de seu tempo preconizando para o futuro”.

A vantagem de se investir nessas tecnologias estão relacionadas a estar acompanhando as mudanças tecnológicas que acontece no decorrer dos anos e aprimorar cada vez mais o sistema produtivo e evitando com isso a redução de perdas.

O palestrante destaca que as ferramentas relacionadas a inteligência artificial atuam no processo de identificação dos gargalos e ao mesmo tempo trabalhar dados que possam ser mais assertivos nas tomadas de decisão e essas tomadas de decisões na verdade são baseados em dados históricos confiáveis  com uma precisão maior. “Então eu acredito que todo processo de inteligência artificial envolvendo todas as ferramentas matemáticas proporcionam assertividade das ações” finaliza

A palestra “Tecnologias disruptivas na produção animal - Presente e Futuro”, que será ministrada pelo Prof. Dr. Iran José Oliveira da Silva durante o IV Congresso de Zootecnia de precisão será a partir das 14h45min do dia 23 de julho. As inscrições são limitadas e devem ser feitas pelo site do evento.

De acordo com a coordenadora do Congresso, Dra. Fabiana Ribeiro Caldara, a temática da zootecnia de precisão abrange diferentes aplicações sejam para os setores de aves, suínos, bovinos de corte e leite, como também para otimização do desempenho na piscicultura. “O evento abordará propostas para fomentar a transformação digital na pecuária, além de temas relacionados à utilização da visão computacional para identificação de padrões térmicos e comportamentais de animais de produção e potencial de utilização da termografia infravermelha na predição de exigências energéticas de aves e suínos”, cita.

XVIII Seminário Tecnico Científico

Além do IV Congresso de Zootecnia de Precisão, a programação técnica da AveSui EuroTier South America conta também com o XVIII Seminário Tecnico Científico, que será realizados durante os três dias de evento.

Serão nove painéis e workshops que abordaram diversos temas ligados a produção animal como biosseguridade, métodos de eliminação, mercado, fábrica de rações, processamento de carnes, Inseminação artificial, bem estar na produção de ovos, biomassa e bioenergia e Psicultura.

 

 

Redação
Deixe seu Recado