13-Abr-2018 13:31 - Atualizado em 13/04/2018 15:36
Rio Grande do Sul

Agronegócio gaúcho registra US$ 162 mi em exportação de carnes

O agronegócio do Rio Grande do Sul exportou 37% mais, em valor, no primeiro trimestre do ano em comparação com igual período do ano passado. As exportações do segmento somaram US$ 2,641 bilhões entre janeiro e março deste ano, informou em nota a Assessoria Econômica do Sistema Farsul, com base no Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS. Já para o grupo Carnes, os registros mostraram queda no valor, de 3,4%, para US$ 162 milhões, puxada por frango (-2,5%) e carne suína (-26,4%). Todavia, o segmento de carne bovina avançou 48,6% em março ante março, para US$ 23 milhões.

Os principais produtos responsáveis pelo crescimento foram o complexo soja, com aumento de 62,5% no faturamento de exportações no primeiro trimestre ante igual intervalo de 2017, ou US$ 979 milhões; cereais (arroz, milho e trigo), com US$ US$ 177,5 milhões (+10,54% ante janeiro-março de 2017); fumo, com US$ 360 milhões (+102,47%) e produtos florestais, com US$ 351 milhões (+83,98%). Em igual período, o setor de carnes (frango, bovina e suína) decaiu 9,3%, para US$ 445 milhões - embora o setor de carne bovina, isoladamente, tenha avançado 42,94%, a US$ 63,76 milhões. Expressiva queda nas exportações também ocorreu no setor de lácteos, com faturamento 99,32% menor, saindo de US$ 7,181 milhões para apenas US$ 49 mil.

Em comparação março com março, o valor total exportado pelo agronegócio gaúcho subiu 39,54%, saindo de US$ 737,18 milhões para US$ 1,028 bilhão. O valor exportado pelo Complexo Soja cresceu 42,5%, para US$ 424 milhões, graças ao bom desempenho do farelo de soja (+134,8%) e da soja em grão (+45,7%). O grupo Cereais subiu 29,1%, alcançando o valor de US$ 72 milhões, principalmente por causa do arroz, que faturou em embarques externos US$ 50 milhões, ou +353%.

Na comparação de fevereiro com março deste ano, o agronegócio gaúcho exportou 26% mais em valor, passando de US$ 815 milhões para US$ 1,028 bilhão, com destaque para o complexo soja (+42,6%, com US$ 424,9 milhões), puxado pela soja em grãos, que somou US$ 360 milhões (+79,6%).

Broadcast Agro
Deixe seu Recado