Alltech
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Levantamento

Agropecuária lidera criação de novas vagas em maio, aponta CNA

De acordo com comunicado da entidade o agro teve saldo positivo de 37,3 mil vagas, mostrando que as contratações superaram as demissões.

Redação AI/SI
01-Jul-2019 11:19

A liderança da agropecuária na geração de empregos em maio mostrou a pujança do setor, com um desempenho que superou a criação de postos de trabalho na economia de forma geral, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo Comunicado Técnico da entidade que analisou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quinta (27) pelo Ministério da Economia, se não fosse a expansão de vagas de trabalho no setor em maio, o resultado seria de fechamento de mais de 5 mil postos.

O agro teve saldo positivo de 37,3 mil vagas, mostrando que as contratações superaram as demissões. O resultado geral de maio foi de um saldo positivo de 32,1 mil postos de trabalho, desempenho abaixo das expectativas de mercado, sendo o pior resultado para o mês desde 2016.

“Apesar desse resultado global que demonstra o baixo ritmo da atividade econômica brasileira, a agropecuária mais uma vez deu sua contribuição positiva para o País. Não fosse a expansão de vagas no setor em maio, a economia brasileira teria amargado fechamento líquido de mais de 5 mil vagas”, explica o comunicado.  

A expansão no setor agropecuário no mês passado teve um crescimento de 2,39% em relação a abril, sendo o segmento de maior destaque no período, seguido pela construção civil, serviços, administração pública e setor extrativo.

Já os serviços industriais de utilidade pública, a indústria da transformação e o comércio tiveram fechamento de empregos. “Embora outros setores continuem a fechar vagas, nas atividades agropecuárias a realidade é de crescimento com geração de emprego e renda”, explica a CNA em Comunicado Técnico.

Segundo a CNA, as principais culturas com expansão dos postos de trabalho foram o café, laranja, atividades de apoio á agricultura, criação de bovinos e cana-de-açúcar.

Assuntos do Momento

Haiti registra mais um caso de Peste Suína Africana nas Américas
21 de Setembro de 2021
Ocorrência Sanitária

Haiti registra mais um caso de Peste Suína Africana nas Américas

A ocorrência foi confirmada ontem (20/09) pela OIE; é o segundo caso da enfermidade na América Latina, o que acende um alerta ainda maior em toda a suinocultura da região

Preço do suíno vivo sobe em vários estados
20 de Setembro de 2021
Análise de Mercado

Preço do suíno vivo sobe em vários estados

Após um começo de mês nada animador para o segmento, a última semana registrou novos aumentos em várias praças. Valor poderia ser maior, mas baixo poder aquisitivo da população segue impedindo.

Situação é preocupante na suinocultura com custos superando preço do animal vivo
16 de Setembro de 2021
Custos

Situação é preocupante na suinocultura com custos superando preço do animal vivo

Quadro afeta especialmente os produtores independentes, que têm menos poder de fogo nas negociações de grãos para ração

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem
20 de Setembro de 2021
Insumos

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações

20 de Setembro de 2021
EUA

Nos EUA, deputados democratas pedem recursos para prevenir peste suína africana

Grupo de deputados pediu US$ 75 milhões em recursos para que autoridades de saúde animal previnam e se preparem para um possível surto de PSA no país

Competitividade da carne de frango frente à suína é a menor em 9 anos
17 de Setembro de 2021
Mercado

Competitividade da carne de frango frente à suína é a menor em 9 anos

Levantamento do Cepea mostra que, na média deste mês (até o dia 15), a diferença entre a carcaça especial suína, também comercializada na Grande São Paulo, e o frango inteiro é de apenas 1,19 Reais/kg

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade