Guia Gessulli
25-Ago-2020 09:41
Disponible en español
Sanidade

Amostragem epidemiológica em granjas de suinocultura está progredindo com sucesso na Colômbia

Visitas antecipadas visaram colher amostras para o estudo da atividade viral da Peste Suína Clássica, contribuindo para a declaração de zonas livres da doença

Para verificar a presença ou ausência do vírus da Peste Suína Clássica (PSC) nos municípios de Novita, Istmina e Unión Panamericana, no departamento de Chocó, funcionários do Instituto Agrícola da Colômbia (ICA) realizaram amostragem sorológica em fazendas produtoras espécie suína.

As visitas antecipadas visaram colher amostras para o estudo da atividade viral desta doença que põe em risco a suinocultura da região e do país, contribuindo para a declaração de zonas francas de PSC e mantendo a saúde e segurança dos produtos de origem suína na região.

“O departamento de Chocó está localizado na Zona 3, livre de PSC, onde não há necessidade de fazer vacinação preventiva para essa doença, mas onde todos os anos são realizadas coletas em fazendas de suínos para comprovar a ausência desta”, destacou a gerente seccional do ICA, em Chocó, Martha Livin Mosquera Castro.

Funcionários da ICA visitaram quatro fazendas produtoras, colheram amostras sorológicas de 28 porcos e contaram 121 animais.

Com essas atividades, a autoridade sanitária busca melhorar o estado sanitário do país e aumentar a competitividade da produção de suínos nos mercados nacionais.

Redação SI
Deixe seu Recado