Guia Gessulli
24-Jul-2017 16:18 - Atualizado em 24/07/2017 16:31
Incentivo

APCS se reúne com prefeito de Itu para propor inserção da carne suína em escolas municipais

Com apoio da secretaria de Agricultura de SP, associação busca fomentar o consumo da proteína além de oferecer opção economicamente viável ao Poder Público

Dando continuidade a proposta de fomentar o consumo de carne suína também nas escolas municipais, representantes da Associação Paulista dos Criadores de Suínos (APCS) estiveram na manhã desta segunda-feira (24/07) com o prefeito da Estância Turística de Itu, Guilherme Gazzola.

Presente na reunião, Valdomiro Ferreira Júnior, presidente da APCS, lembrou que na cidade de Itu estão os dois dos maiores produtores de suínos do estado. “O projeto é social, econômico e de viabilidade de consumo. Queremos fomentar o consumo e precisamos trabalhar a carne suína com mais opções, uma delas é na merenda escolar”, destacou.

O suinocultor Antonio Ianni ressaltou que a opção da carne suína pode oferecer além de vantagens nutricionais também economia ao Pode Público. “A tendência do bovino é ser uma proteína cada vez mais cara. A carne suína supre muito bem a bovina. Se nós conseguirmos colocar isso nas escolas, daqui dez anos teremos pessoas habituadas ao consumo de carne suína. Além disso, o Poder Público vai economizar porque o valor da carne suína é metade do valor da bovina”, destacou.

Guilherme Gazzola ressaltou que na cidade de Itu a merenda escolar é terceirizada, mas se mostrou favorável a sugestão. “Se ela [proteína] tem um custo mais baixo, não tem porque não ser aceita se feito um trabalho efetivo. Nas cidades médias, como Itu, e de grande porte, o município compra a merenda de fornecedores. Da nossa parte não existe nenhum contraponto. Se está correto, é uma opção mais barata, não tem porque essas empresas (fornecedores) não fazerem essa opção”, avaliou.

Os representantes da suinocultura paulista, levando como exemplo a cidade de Capão Bonito, durante a reunião ainda disseram que as cidades de Ribeirão Grande, Guapeava e Itapeva também estão em via de ter a lei aprovada para inserção da carne suína nas escolas municipais.

Na ocasião, o grupo também falou sobre o “Curso Prático de Cortes de Carne Suína”, que acontece no dia 8 de agosto, das 14h às 17h, no Auditório da Prefeitura Municipal de Itu. Ministrado por um dos maiores especialistas em cortes, Marcos Augusto Bisinella, o evento tem a finalidade apresentar novos formatos e ensinar o manuseio correto dessa proteína. Com vagas limitadas, o evento é organizado pela Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS), Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS), com apoio da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Itu; com patrocínio da revista Suinocultura Industrial.

Estiveram presentes na reunião os representantes da Gessulli Agribusiness, Andrea Gessulli, Ricardo Gessulli e Glaucio Amaral, além dos suinocultores Andrea Ianni e Olinto Arruda.

Apoio do Estado

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, em conjunto com a associação, se propôs a oferecer amparo jurídico e técnico na regulamentação, de forma que outras prefeituras possam aderir à ação, fortalecendo a suinocultura paulista. Por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), a Secretaria orientará a elaboração de editais, garantindo o acesso dos agricultores familiares ao processo de compras públicas voltadas à alimentação escolar. A equipe de nutricionistas do Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cesans), ligado à Pasta, também estará à disposição para orientar a equipe municipal sobre o preparo das refeições, no que se refere à diversidade do cardápio e o melhor aproveitamento nutricional do alimento pelos alunos.

, ,
1/3
, ,
2/3
, ,
3/3

Redação
Deixe seu Recado