Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Economia

Após semana volátil, milho recua em Chicago; trigo e soja também sofrem queda

Os futuros do milho variaram fortemente esta semana, com rumores de cancelamento de compras chinesas de antigas safras

Redação com Money Times
31-Mai-2021 06:53

Os futuros do milho negociados em Chicago recuaram nesta sexta-feira, após uma forte recuperação de mais de 6% na véspera, quando o mercado pesou a forte demanda da China diante das condições das lavouras nos Estados Unidos.

O trigo e a soja também fecharam em queda, enquanto os contratos futuros do trigo de primavera negociados em Mineápolis (MGEX) subiram com uma frente fria que atingiu a maior parte do Meio-Oeste dos Estados Unidos, trazendo geada para as grandes planícies do norte.

Os participantes do mercado também ajustaram posições antes do fim de semana seguido por feriado nos Estados Unidos, uma vez que o mercado estará fechado na segunda-feira.

O contrato mais ativo de milho negociado em Chicago fechou em queda de 7,75 centavos de dólar, a 6,5675 dólares por bushel, recuando 2,75 centavos de dólar na semana.

O trigo caiu 12,75 centavos, para 6,6350 dólares por bushel, perdendo 10,75 centavos na semana, a terceira consecutiva de perdas.

A soja recuou 6,50 centavos de dólar, para 15,3050 dólares por bushel, mas subiu 4,25 centavos de dólar na semana.

Os futuros do milho variaram fortemente esta semana, com rumores de cancelamento de compras chinesas de antigas safras, apesar de o Departamento de Agricultura dos EUA ter confirmado na quinta-feira mais de 5,6 milhões de toneladas de vendas da nova safra para a China, sem mostrar cancelamentos de grande escala.

O contrato mais ativo do trigo de primavera na Bolsa de Mineápolis (MGEX), para julho, fechou em alta de 10,25 centavos de dólar, a 7,2750 dólares por bushel.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade