Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Mercado externo

Argentina estipula valores para exportação suínos

Redação
19-Mar-2021 08:48

A Diretoria Geral de Alfândegas da Argentina estabeleceu uma linha de base para a exportação de carne suína, a fim de identificar manobras abusivas nas operações de comércio exterior.

Resolução Geral nº 4.948, publicada no Diário Oficial da União, ontem, o valor de referência apurou para três posições tarifárias a carne suína congelada exportada.

O regulamento estabeleceu um valor de 2 dólares por quilo para a exportação de carcaças ou meias carcaças de suínos. No caso de pernas, ombros e suas peças sem osso, o valor estabelecido é de 2,15 dólares; para esses mesmos cortes sem osso (exceto peito e carré) o valor é de 2,25 dólares.

Com esses valores, a agência -que depende da AFIP- estabeleceu " preços testemunha" como instrumento de detecção de subfaturamento nas exportações . No caso da venda para o exterior de carnes suínas, esses valores prevalecem quando se destinam à China, Coréia do Sul, Filipinas, Hong Kong, Japão, Taiwan e Tailândia.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade