Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
América Latina

As perdas do setor da pecuária e da carne argentina com o bloqueio das exportações são estimadas em 1.084 milhões de dólares

O presidente da entidade, Nicolás Pino, afirmou que “perdemos os produtores, os trabalhadores, os empresários da refrigeração, os consignatários, os fornecedores de insumos e serviços, entre outros elos da cadeia. Não se entende por que manter a cotação de exportação se isso empobrece a todos nós”

Redação com informações de Eurocarne
01-Set-2021 09:53 - Atualizado em 01/09/2021 10:29

O Instituto de Estudos Econômicos da Sociedade Rural Argentina analisou as diferentes variáveis que influenciaram desde que o governo nacional lançou uma série de medidas e resoluções no dia 15 de abril para intervir no mercado de bovinos e carnes. O trabalho apurou que, neste período, a cadeia do gado e da carne acumulou perdas de 1.084 milhões de dólares, segundo nota.

A este respeito, o presidente da entidade, Nicolás Pino, afirmou que “perdemos os produtores, os trabalhadores, os empresários da refrigeração, os consignatários, os fornecedores de insumos e serviços, entre outros elos da cadeia. Não se entende por que manter a cotação de exportação se isso empobrece a todos nós”.

Dentro dos elos da cadeia, os produtores assumiram o maior montante com 411 milhões, enquanto nas geladeiras as perdas chegaram a 165 milhões, as operadoras tiveram uma redução em seus salários de 59 milhões. Devido à queda do efeito multiplicador da atividade primária, perderam-se 209 milhões e finalmente 240 milhões de exportações não realizadas (todos esses valores estão expressos em dólares).

“Se o governo conseguir estender o atual sistema de exportação, o presidente não só não terá cumprido a palavra, mas também fará com que o país perca mais de 8 milhões de dólares por dia que decidir mantê-la”, concluiu Pino.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade