Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie

Baixo custo com o milho

Tânia Scolari - Ass. Comunicação Embrapa Suínos e Aves
02-Ago-2002 14:19 - Atualizado em 20/04/2016 14:35

Redação SI 02/08/2002 Estudos realizados pioneiramente no Brasil sobre granulometria - método de análise que possibilita classificar as partículas de uma amostra pelos respectivos tamanhos e medir as frações correspondentes a cada tamanho (Diâmetro Geométrico Médio-DGM) - por pesquisadores da área de nutrição da Embrapa Suínos e Aves esclarecem que a redução no DGM das partículas de milho de, aproximadamente, 1000 para 500 micrômetros, promove benefícios no desempenho dos suínos em relação à diminuição do consumo de ração e melhoria na conversão alimentar, sem afetar o ganho de peso. De acordo com os pesquisadores, o fornecimento de ração com milho em DGM de 509 ou 645 micrômetros proporciona uma economia entre 20 a 27 quilos de ração por suíno para mesmos peso e idade de abate, quando comparado ao fornecimento de ração com milho em DGM de 799 a 1026 micrômetros.Praticada em sua maioria por pequenas e médias propriedades familiares que produzem grande parte do milho consumido pelos animais, a suinocultura poderá ser muito beneficiada com a adoção desse procedimento. O uso correto das peneiras nos trituradores de milho permite aos produtores o fornecimento de rações que serão melhor absorvidas pelo trato digestivo dos animais. A adoção dessa recomendação reduz o custo de alimentação em R$6,52 por suíno terminado, item de maior peso no custo total da produção.Para se ter uma idéia do impacto econômico oriundo da incorporação dessa tecnologia na propriedade, o pesquisador Ademir Girotto, economista, explicou que, hoje, 90% dos animais abatidos na Região Sul são alimentados com rações cujo DGM foi estabelecido baseado nas orientações da Embrapa Suínos e Aves. "Se apenas 5% dos suínos abatidos inspecionados da Região Sul (15.356.300 em 2001) tivessem sido alimentados com ração cujo DGM estivesse dentro da faixa de 509 a 645 micrômetros seria possível o total de 767.815 animais beneficiados pela adoção da tecnologia. Considerando a menor economia de ração encontrada (20kg/suíno abatido) e que o custo médio da ração (Julho/2002) é de R$0,326 por quilo, a economia por suíno terminado seria de R$6,52. Aplicado anualmente o percentual estimado (5%) sobre o total de suínos abatidos na região sul, seria possível uma economia de 15.356 toneladas de ração. Isso corresponde a R$5.006.153,80 de economia para os produtores".Além disso, essa tecnologia atua no meio-ambiente pela redução dos dejetos e pela economia de energia elétrica porque a utilização das partículas do milho na ração em tamanho ideal, melhora a digestibilidade dos alimentos para os suínos e isso diminui o desperdício de nutrientes nas fezes. E, ainda, há que se considerar a redução do tempo e da energia gasta na trituração dos grãos que possibilita economia de água na geração de energia elétrica.Informações adicionais sobre esse assunto podem ser solicitadas junto à Área de Negócios para Transferência de Tecnologia da Embrapa Suínos e Aves pelo telefone (49)442.85.55/Ramal 319 ou E-mail [email protected]

Assuntos do Momento

Ano de 2022 inicia com preço do suíno em queda e custos em alta
20 de Janeiro de 2022
Análise de Mercado

Ano de 2022 inicia com preço do suíno em queda e custos em alta

O presidente da ABCS, Marcelo Lopes, explica que o final do ano de 2021 foi frustrante em relação aos preços pagos ao produtor, e reforçou que o crescimento acelerado da produção de suínos dos últimos anos está apresentando a conta para o setor

Suinocultores pedem socorro
19 de Janeiro de 2022
Comentário Suinícola

Suinocultores pedem socorro

Nesta semana tivemos mais uma baixa no preço pago ao produtor, movimentação que traz uma preocupação muito forte, pois ninguém mais sustenta uma atividade pagando caro para trabalhar

Disponible en español Disponible en español
Hong Kong relata surto de peste suína africana
19 de Janeiro de 2022
China

Hong Kong relata surto de peste suína africana

Notícia foi informada pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) nesta segunda-feira

20 de Janeiro de 2022
Mercado Interno

O preço do suíno vivo registra queda intensa neste mês

Motivo da queda foi a combinação de vendas lentas e oferta elevada de animais para abate

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui
17 de Janeiro de 2022
AveSui América Latina

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui

A região é considerada o maior agro cluster da América Latina e vem recebendo fortes investimentos de cooperativas, agroindústrias e empresas ligadas à cadeia produtiva de proteína animal

Ministra Tereza Cristina defende medidas para contenção de PSA
18 de Janeiro de 2022
PSA

Ministra Tereza Cristina defende medidas para contenção de PSA

Foco da doença foi identificado na República Dominicana em novembro, mas Brasil não registra casos desde o fim da década de 1970

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade