Agroceres Multimix
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Negócios

BASF e Siemens Energy cooperarão na área de Gestão de Carbono

Vários projetos-piloto estão em discussão em sua unidade de Ludwigshafen, Alemanha

Redação
22-Fev-2021 08:07 - Atualizado em 22/02/2021 08:51
  • Parceria estratégica para uso industrial de tecnologias de baixo CO2
  • Estudo de projetos concretos para a unidade da BASF em Ludwigshafen, Alemanha
  • Foco na produção de hidrogênio, bombas de calor e melhoria da rede elétrica

Como parte de uma parceria estratégica, a BASF e a Siemens Energy planejam acelerar a implementação comercial de novas tecnologias projetadas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Ao combinar a especialização tecnológica da BASF com o portfólio de produtos e serviços inovadores da Siemens Energy, a BASF tem como objetivo ampliar sua liderança na redução das emissões de CO2 na produção química. Vários projetos-piloto estão em discussão em sua unidade de Ludwigshafen, Alemanha. A sede da BASF é uma das maiores unidades de produção química do mundo.

Possíveis projetos-piloto incluem a construção de um eletrolisador PEM (membrana de troca de prótons) para produção de hidrogênio com uma potência de 50 megawatts e possibilidade de expansões de capacidade modular e a instalação de uma bomba de calor térmica de alta temperatura de 50 megawatts para geração de vapor de processo a partir de calor residual em uma instalação de produção. Além disso, a modernização da rede elétrica na unidade de Ludwigshafen está sendo avaliada, usando produtos digitais e otimizados para CO2 da Siemens Energy. Outro estudo em andamento avalia o potencial para o desenvolvimento de um sistema comum e um conversor catalítico para aumentar a eficiência das usinas de eletrólise (eletrólise PEM) e para a colaboração na geração de eletricidade a partir da energia eólica.

AveSui2021_dentro

Para o CEO da Siemens Energy AG, Dr. Christian Bruch, “a BASF está em uma posição de liderança na indústria química e é pioneira na área de inovação para a produção química compatível com o clima. Várias tecnologias futuras ainda estão em um estágio inicial de desenvolvimento. Ao unir forças com a BASF, queremos explorar a experiência adquirida em projetos-piloto como base para a implementação de tecnologias e conceitos novos e, assim, exercer um papel ativo modelando a transição energética na indústria de processos. Nosso objetivo estratégico, no nosso papel de parceiro confiável e experiente para todos os tipos de sistemas de energia, é ajudar a atender à crescente demanda por bens e serviços e ao mesmo tempo contribuir para alcançar as metas de proteção climática no nosso caminho para um mundo mais sustentável."

O presidente da Junta Diretiva da BASF SE, Dr. Martin Brudermüller, afirmou que “nessa colaboração com a Siemens Energy, podemos nos beneficiar da especialização de um parceiro de alto nível para a implementação da nossa gestão de carbono, com o qual podemos realizar projetos em escala comercial. Na BASF, queremos desenvolver e implementar novas tecnologias de baixo CO2 o mais rápido possível. Se quisermos usar essas tecnologias em grande escala, precisaremos de condições regulatórias adequadas e suporte direcionado. Para isso, precisamos de eletricidade renovável em grandes quantidades e a preços competitivos.”

A BASF tem buscado reduzir ainda mais as emissões de gases de efeito estufa no âmbito da sua Gestão de Carbono desde 2018. Até o ano de 2030, a BASF tem como objetivo fazer com que o nível absoluto de emissões não ultrapasse o de 2018. Com um aumento substancial planejado dos volumes de produção, isso significa uma redução adicional da intensidade de emissão em cerca de 30% nesse período. Junto com a disponibilidade de tecnologias recém-desenvolvidas e o aumento do uso de energias renováveis, a BASF também visa reduzir ainda mais suas emissões em termos absolutos após o ano 2030. Isso levará a um aumento significativo na demanda da BASF por eletricidade de fontes renováveis.

AveSui2021_dentro

A BASF e a Siemens Energy assinaram um memorando de entendimento para sua parceria estratégica, que terá como foco principal apoiar a empresa química na concretização de suas ambiciosas metas climáticas. Para a Siemens Energy, a parceria representa mais um passo importante em direção às suas metas estratégicas, que são a geração de eletricidade e calor com baixa emissão ou livre de emissões, transmissão e armazenamento de eletricidade, menor pegada de carbono e menor consumo de energia também em processos industriais, bem como apoiar a economia de hidrogênio sustentável.

A BASF e a Siemens Energy buscarão estudar os projetos-piloto identificados para viabilidade técnica e comercial o mais rápido possível, a fim de poder quantificar de forma confiável os investimentos necessários e lançar a implementação dos projetos-piloto no âmbito das condições vigentes atualmente.

Assuntos do Momento

Conheça a trajetória de Deborah de Geus, finalista na categoria Mulheres Cooperadas
05 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Conheça a trajetória de Deborah de Geus, finalista na categoria Mulheres Cooperadas

Formada em Medicina Veterinária, possui forte participação em entidades de classe e comitês internos da cooperativa Frísia, colaborando com a melhoria da produção de outros associados

Conheça Celsi Sandmann, uma das finalistas da categoria Mulheres Cooperadas
02 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Conheça Celsi Sandmann, uma das finalistas da categoria Mulheres Cooperadas

Com uma vida dedicada ao cooperativismo, Celsi sempre batalhou no campo e se tornou associada da Lar em 1982, se tornando inspiração para outras mulheres empreendedoras

AveSui2021_dentro
Dirce Zanatta é finalista na categoria Mulher Cooperada, conheça sua trajetória no cooperativismo
03 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Dirce Zanatta é finalista na categoria Mulher Cooperada, conheça sua trajetória no cooperativismo

Associada há dez anos na Coopavel, Dirce agrega um perfil focado em inovar sempre, se adequando às necessidades e regulamentações de sanidade e gestão de sua propriedade

Solcera KGF irá apresentar soluções cerâmicas para o agro e bicos para pulverização e nebulização na AveSui Online 24H/7D
01 de Março de 2021
Tecnologia

Solcera KGF irá apresentar soluções cerâmicas para o agro e bicos para pulverização e nebulização na AveSui Online 24H/7D

A empresa adquiriu a KFG, uma das mais tradicionais no campo de bicos, a qual também dispõe de tecnologias em cabines para nebulização. A Solcera é mais uma empresa confirmada para feira digital da Gessulli Agribusiness

Frimesa é finalista na categoria Varejo com a campanha '1 ano de Mercado Grátis'; conheça o plano de marketing
04 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Frimesa é finalista na categoria Varejo com a campanha '1 ano de Mercado Grátis'; conheça o plano de marketing

O projeto de comunicação voltado ao varejo contemplou uma série de ações, contando com a participação da dupla sertaneja Fernando & Sorocaba, além da apresentadora Ana Hickmann

Malásia abaterá 3 mil suínos após descoberta da peste suína africana
01 de Março de 2021
Peste Suína Africana

Malásia abaterá 3 mil suínos após descoberta da peste suína africana

A doença foi detectada em pelo menos 300 porcos em três distritos - Pitas, Kota Marudu e Beluran - após um caso relatado envolvendo a morte de um javali no mês passado

Mais assuntos do momento