AveSui
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Negócios

Boehringer Ingelheim anuncia parceria com a Lifebit para detectar surtos de doenças usando Inteligência Artificial

Os insights capturados podem acelerar a detecção de surtos, incluindo doenças que ultrapassam fronteiras e patógenos emergentes

Redação
10-Ago-2021 16:32

A Boehringer Ingelheim Saúde Animal global anunciou uma parceria com a Lifebit Biotech. A parceria envolve o uso de Inteligência Artificial (IA) como meio para detecção e notificação antecipada de surtos de doenças usando dados coletados de publicações científicas e pesquisas de fontes abertas. Utilizando a plataforma Lifebit REAL, os insights sobre os surtos de doenças infecciosas mais recentes permitem que os esforços de pesquisa e desenvolvimento (P&D) sejam devidamente priorizados.

Cientistas e pesquisadores das duas organizações trabalharão lado a lado para combinar evidências e os mais recentes algoritmos de IA para identificar surtos de doenças infecciosas e responder de acordo com a necessidade. O Lifebit REAL usa recursos analíticos avançados para notificar automaticamente os usuários da plataforma sobre surtos relevantes, como a disseminação de doenças com potencial de ultrapassar fronteiras ou o surgimento de novos patógenos, como é o caso da Covid-19. O sistema é construído em torno de uma arquitetura de aprendizagem ativa: com a inserção de dados mais relevantes, a sua precisão aumenta.

Por exemplo, diariamente são produzidos e publicados mais de 500 milhões de tweets, três milhões de notícias e milhares de artigos. Com uma quantidade de dados tão vasta, é um desafio reunir manualmente todas as informações úteis. O sistema da Lifebit auxilia neste ponto combinando técnicas de coleta de dados de precisão com algoritmos de IA de ponta proprietários para identificar sinais de todos os tipos de dados.

Sobre a parceria, o Dr. Eric Haaksma, Chefe de Inovação Global da Boehringer Ingelheim Saúde Animal, afirma: "A inovação está se tornando um aspecto cada vez mais importante de nosso manual de P&D. Portanto, acertamos essa parceria estratégica com a Lifebit para promover a IA, com o objetivo de monitorar e interpretar fontes científicas e outras em tempo real, permitindo-nos rastrear dados relacionados a doenças animais. Isso, por sua vez, irá acelerar o processo de detecção, uma vez que as grandes quantidades de informações científicas relevantes que estão sendo produzidas em muitos níveis não podem ser coletadas e analisadas manualmente".

A Dra. Maria Chatzou-Dunford, CEO da Lifebit Biotech, acrescentou: "Na Lifebit, nós prosperamos conectando dados biomédicos de todo o mundo a insights de dados RWE automatizados baseados em IA para que as empresas na vanguarda da ciência, como a Boehringer Ingelheim, possam tomar decisões mais rápidas e inteligentes, fornecendo insights que mudam vidas".

Inovação e ‘One Health’

A visão corporativa da Boehringer Ingelheim é oferecer "Valor pela Inovação", cujo princípio é que somente fazendo o bem e desenvolvendo soluções melhores é possível criar valores reais para a sociedade. Assim como a inovação, o conceito de ‘One Health’, ou ‘Saúde Única’ também faz parte do DNA da Boehringer Ingelheim e está entre os principais pilares de atuação da empresa. Ambos se conectam, pois a saúde dos animais está interligada à saúde das pessoas em função da segurança alimentar, do convívio com os pets e da saúde pública veterinária. É dentro deste contexto que a empresa atua, desenvolvendo soluções que evitam e combatem doenças dos animais que afetam as pessoas. "Os investimentos da Boehringer Ingelheim em P&D nos permitem oferecer produtos e soluções de alta tecnologia que ajudam a elevar os índices zootécnicos dos animais de produção, a interação das famílias com os pets e a detectar possíveis zoonoses, como é o caso desta parceria. Não é por acaso que a empresa fez um aporte de 3,7 bilhões de euros em P&D no ano de 2020", afirma Fábio Barone, Head da divisão de Saúde Animal da Boehringer Ingelheim no Brasil.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade