Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Cadeia Produtiva

BRF adota diferentes técnicas para levar bem-estar à produção

Companhia cumpriu metas estabelecidas na área de suínos e incentiva produção de aves em ambientes com menos densidade e mais conforto 

Redação
18-Jan-2022 08:05 - Atualizado em 18/01/2022 09:08

Nas granjas de produtores integrados da BRF diferentes estratégias para conferir um ambiente mais agradável a aves e suínos ganham espaço constantemente. A Companhia tem atuado para transformar positivamente toda a sua cadeia de produção com inovação, e conta com diversos compromissos públicos relacionados ao tema e metas específicas para avançar cada vez mais em seus processos, além de parcerias e normas internacionais.

Garantir o bem-estar animal passa por disseminar conhecimento aos colaboradores, que, por sua vez, os repassam aos produtores integrados e os orientam - especialmente no caso dos extensionistas que estão a campo.  Em 2021, a Companhia já formou 208 novos oficiais de Bem-Estar Animal (BEA). Entre 2019 e 2020, outros 569 já haviam sido capacitados em BEA. Eles são responsáveis, posteriormente, por aplicar a matriz de conformidade e treinar todos os colaboradores, parceiros e integrados.

“Também criamos um EAD (Ensino à Distância) sobre BEA e o Programa Bem-Estar Animal feito na BRF. O reflexo no campo é o aprimoramento da produção com foco no conforto animal, o que também passa pela adoção de novas tecnologias e ferramentas de trabalho”, explica Mariana Modesto, diretora de Sustentabilidade da BRF.

No final de 2020, a BRF anunciou uma série de metas e compromissos públicos pelo Bem-estar Animal, que visa garantir melhor qualidade de vida das aves e suínos que fazem parte de sua cadeia produtiva. Anteriormente, de forma pioneira, assumiu publicamente a aquisição de ovos somente de galinhas cage-free (galinhas criadas livres de gaiolas) para uso como ingrediente em seus processos industriais e a transição do sistema de alojamento coletivo para matrizes suínas. 

“As ações de bem-estar animal da BRF estão alinhadas com as melhores práticas globais e inseridas no Sistema de Excelência Operacional (SEO) no pilar de Sustentabilidade da Companhia. Também adotamos padrões de certificações renomadas, como Global G.A.P. e Certified Humane, que são aplicadas à criação e ao abate de animais”, conta Mariana Modesto.

A BRF também participa ativamente de discussões sobre BEA dentro das entidades setoriais, como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e o International Poultry Council, das quais a Companhia é membro, além de participar do grupo 3Ts Alliance com a World Animal Protection.

Chips e tatuagem substituem cortes na orelha de suínos

Na área de suínos, a BRF acabou com os pequenos cortes nas orelhas dos suínos (mossa), antes utilizados na identificação dos animais. O procedimento foi substituído por brincos de identificação com chips – que revelam toda a história do suíno, como já é adotado no segmento de pecuária bovina – e por tatuagens, cumprindo o compromisso fixado pela Companhia no final de 2020 em atingir a meta em dezembro deste ano. O brinco também facilita o processo de alimentação dos animais no caso de abastecimento de rações de forma mecanizada.

“Também não há mais intervenções nos dentes, como corte ou desgaste, o que no passado era feito para evitar ferimentos causados por brigas entre os próprios animais. Atualmente o procedimento de desgaste é realizado somente em casos extremos onde o bem-estar da fêmea está afetado por machucadura dos tetos”, explica Josiane Busatta, Gerente de Bem-estar Animal da BRF.

Edilson Caldas, Gerente Executivo Produção Animal Suínos, acrescenta que a BRF busca estar à frente na execução dos compromissos públicos.  “Na área de suínos o bem-estar animal faz parte da nossa rotina. Acreditamos fortemente na conexão entre bem-estar animal e uma boa produtividade. Cuidar da saúde e bem-estar dos animais também faz parte da nossa missão”, ressalta o executivo.

Assuntos do Momento

23 de Junho de 2022
Mercado Interno

Mesmo com entrada de 2ª quinzena, preços no mercado de suínos sobem

Segundo pesquisadores do Cepea, no caso do animal vivo, esse movimento de reação é influenciado pela baixa disponibilidade de suíno em peso ideal para abate, pelo clima ameno e por eventos festivos que favorecem o consumo

CNA pede mais R$ 710 milhões em 2022 para subvenção de apólices da safra verão
23 de Junho de 2022
Seguro Rural

CNA pede mais R$ 710 milhões em 2022 para subvenção de apólices da safra verão

Segundo nota da entidade, o crédito extra é necessário para garantir a cobertura do plantio da próxima safra de verão 2022/23 

21 de Junho de 2022
Exportações

Exportações de carne suína diminuem, mas mercado interno dá sinais de ajuste de oferta

Veja o panorama completo do mercado interno e externo de suínos durante o mês de junho

Aumento da margem de carne suína na China pode beneficiar grandes indústrias, como JBS e BRF
23 de Junho de 2022
Mercado

Aumento da margem de carne suína na China pode beneficiar grandes indústrias, como JBS e BRF

Após a redução no rebanho que vinha ocorrendo em função da diminuição da margem de carne suína na China, maio foi o primeiro mês de aumento do rebanho em 2022

Produção global de carne suína em 2022
22 de Junho de 2022
Comentário Suíno

Produção global de carne suína em 2022

Por Osler Desouzart, CEO da ODConsulting

Cresce a demanda por carne de frango e suína em Posadas, na Argentina
23 de Junho de 2022
Argentina

Cresce a demanda por carne de frango e suína em Posadas, na Argentina

“No total mais ou menos nós argentinos consumimos 110 kg de carne por ano e agora caiu para 47 kg, segundo os últimos dados que são de 2021”, disse Mariela Bernardi, administradora do Mercado Concentrado Posadas.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade