Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Negócio

BRF faz joint venture com filial da AES para construção de parque eólico

Empreendimento, no Rio Grande do Norte, deve absorver aporte de R$ 80 milhões da dona da marca Sadia

Redação com informações de Valor
17-Ago-2021 15:03 - Atualizado em 17/08/2021 15:18

A BRF anunciou na manhã de hoje a criação de uma joint venture com uma subsidiária da AES Brasil Energia para a construção de um parque para geração de energia eólica no Complexo Eólico Cajuína, no Rio Grande do Norte.

O investimento estimado no projeto é de R$ 5,2 milhões por MW instalado. A BRF deverá investir diretamente cerca de de R$ 80 milhões. O início das operações do parque está previsto para 2024.

O parque eólico terá capacidade instalada de 160 megawatts médios (MWm), com geração de 80 MWm que serem comercializados com a AES por meio de um contrato de compra e venda de energia de 15 anos.

Net Zero

“O projeto está em consonância com a Visão 2030, com a política de sustentabilidade da companhia e com o compromisso de a empresa se tornar Net Zero em emissões de gases de efeito estufa (GEE) até 2040, tanto em suas operações como em sua cadeia produtiva”, disse a BRF, em comunicado.

“Com essa parceria, a companhia atenderá cerca de um terço de suas necessidades energéticas no Brasil, e evolui com sua meta de chegar a 2030 com mais de 50% da matriz energética proveniente de fontes renováveis e limpas, além de mitigar riscos de escassez de abastecimento e operar com custos mais competitivos”, completou a dona das marcas Sadia e Perdigão.

O estabelecimento da parceria está sujeito à aprovação das autoridades competentes. A BRF anunciou, também, que continuará a prospectar oportunidades para investir em fontes alternativas de autoprodução de energia limpa.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade