Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Cooperativas

C.Vale recebe licença para instalar esmagadora de soja

O documento foi entregue ao presidente da cooperativa, Alfredo Lang, por representantes do governo do Estado do Paraná, no dia 28 de maio

Redação
31-Mai-2021 08:37

A C.Vale recebeu a licença de instalação da indústria esmagadora de soja. O documento foi entregue ao presidente da cooperativa, Alfredo Lang, por representantes do governo do Estado do Paraná, no dia 28 de maio, durante evento no parque industrial da cooperativa. O secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes, disse que “temos orgulho de liberar uma obra que, além de cumprir todos os requisitos de sustentabilidade, entrega um produto saudável e ajuda a cuidar do meio ambiente”. Segundo ele, “a C.Vale é um exemplo para o Brasil e o mundo”.

O secretário estadual de Administração, Marcel Micheletto, destacou que a C.Vale cresce com planejamento e vai ajudar no desenvolvimento do estado. “A cooperativa é sinônimo de produção com qualidade e eficiência”, assegurou.

O presidente da Federação da Agricultura do Paraná, Ágide Meneguette, prosseguiu na mesma linha. “A C.Vale é referência na produção de proteína animal com sustentabilidade. Se o Brasil tivesse vários Lang que pensam no futuro com planejamento, esse país, com certeza, seria melhor”, comentou. Já o prefeito de Palotina, Luiz Ernesto de Giacometti, agradeceu ao governo do estado pela “agilidade na concessão da licença e por entender as necessidades dos nossos agricultores”.

Lang assegurou que recebe a licença com muita alegria. “É o primeiro passo para a realização de um sonho antigo dos nossos associados. Isso nos dá condições de seguir ampliando a produção de peixes, frangos e suínos. A própria C.Vale será a maior cliente da esmagadora de soja”, registrou. A indústria fornecerá óleo e farelo de soja para a produção de rações. O empreendimento vai gerar 1.500 postos de trabalho na construção e 580 empregos diretos e indiretos permanentes.

Também participou do evento o chefe regional do Instituto Água e Terra, Taciano Maranhão. A visita seguiu os protocolos para Covid-19 (distanciamento, máscara e álcool gel). Os representantes da C.Vale, de entidades do agronegócio e do governo do Estado estiveram no mezanino para observar o abate de frangos e depois visitaram o local onde será construída a esmagadora de soja.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade