Basf SI
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Recorde

Castrolanda registra maior produção da história da Fábrica de Rações em Castro, no Paraná

Com uma diferença de mais de 40.000 t na comparação de 2020 para 2021, o principal motivo para estes resultados é o trabalho em equipe da cooperativa

Redação, com informações Castrolanda
14-Jan-2022 07:50

Em 2021, a Fábrica de Rações (UFR) de Castro fechou com a maior produção anual da sua história, ultrapassando a barreira das 390.000 toneladas de produção, sendo 350.000 t o melhor resultado até então, alcançado em 2020.

"Neste ano, tivemos um acréscimo de cerca de 19% no volume de produção. Isso é muito em função do crescimento da suinocultura na região, da Unidade Industrial de Carnes - Alegra, de alguns produtores que aumentaram plantel e das parcerias com produtores independentes. Tudo isso acabou trazendo um resultado muito significativo para a fábrica em termos de produtividade e faturamento”, explica o Coordenador de Produção, Tasso Roquete.

Na comparação mês a mês, a UFR-Castro ultrapassou em dezembro 34.800 t produzidas, a maior produção em um único mês. “Esses dois números foram bem representativos para nós. Esse volume de produção atinge recorde, acabamos juntando as duas pontas importantes, produtividade e qualidade. Temos muito o que comemorar”, completou o Coordenador.

No fim de 2020 com a crescente no mercado de proteína animal, a fábrica recebeu investimento na sua linha de produção. O que agrega ainda mais nos novos resultados. Para Tasso, este foi um fator determinante para os recordes, além do trabalho de manutenção preventiva. 

O Gerente Executivo do Negócios Carnes, Mauro Cezar de Faria fala que as áreas do setor tiveram resultados muito satisfatórios. “Estamos aproveitamos todas as oportunidades que o mercado tem nos dado. Temos que agradecer também a todos os colaboradores que participaram e aos cooperados que deram essa condição”.

Objetivos constantes

Com uma diferença de mais de 40.000 t na comparação de 2020 para 2021, Tasso explica que o principal motivo para estes resultados é o trabalho em equipe. “Isso realmente traz resultados. Desde o operacional, gestão, diretoria, equipes de campo da suinocultura e bovinocultura, além da Alegra. Percebemos uma sinergia muito maior do que tínhamos em anos anteriores”, completa Tasso.  

Atualmente, a produção para suínos representa 60% do total, entre clientes internos e externos. Para o próximo ano, o objetivo principal é manter estes volumes, trabalhando na qualidade e satisfação dos clientes.

Recentemente, foram implantados novos projetos de eficiência operacional. A ideia era alcançar 92% de efetividade das entregas de rações dentro dos prazos estipulados. Até o momento, o resultado era de 95%. Tasso comenta que uma das metas de 2022 é consolidar estes números.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade