Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Manejo

Cio de porca pode ser estimulado

O Estado de S. Paulo
21-Fev-2005 11:12 - Atualizado em 27/01/2020 10:05

Redação SI 21/02/2005 - Segundo o Serviço de Atendimento ao Consumidor da Embrapa Suínos e Aves, a puberdade ou maturidade sexual é a fase em que os órgãos reprodutivos e os fenômenos hormonais que os comandam tornam-se aptos à reprodução. Na fêmea suína, a puberdade é caracterizada pela ocorrência do primeiro cio, em média aos 6 a 7 meses de idade, repetindo-se a cada 21 dias enquanto não ocorrer cobertura fértil e conseqüente gestação.

A idade da puberdade varia bastante, devendo ser considerado na pratica um limite máximo de 220 a 240 dias. Embora geneticamente determinada, esta característica reprodutiva sofre influências de fatores ambientais.

Dependendo de sua natureza e intensidade, situações externas atuam como estímulo ou inibição do mecanismo neuro-hormonal que desencadeia  a puberdade, fazendo com que essa ocorra mais precoce ou tardiamente na vida da leitoa.

Há técnicas que estimulam o desenvolvimento da puberdade, como o contato de fêmeas imaturas com o cachaço. Uma combinação do estímulo visual, olfativo (cheiro) e auditivo (sons) resultantes do contato físico com o macho atua positivamente, antecipando o primeiro cio nas leitoas.

Em fêmeas mantidas confinadas, a antecipação pode ser da ordem de até três semanas. Para obter o máximo rendimento do efeito do cachaço, o criador deve observar os seguintes pontos: iniciar o manejo do cachaço quando as fêmeas atingirem 150 a 160 dias de idade, pois o estimulo aplicado muito cedo pode não ter o efeito desejado sobre idade da puberdade; propiciar o contato direto macho-fêmea, com a introdução diária, por 15 a 20 minutos, de um macho no lote de fêmeas; utilizar machos maduros, em torno dos 9 a 12 meses de idade, que demonstram bom interesse sexual e que sejam capazes de estimular fêmeas.

Machos jovens abaixo da idade indicada ainda não desenvolveram plenamente a habilidade e a experiência sexual. Machos mais velhos, embora eficientes, são mais difíceis de manejar por causa do tamanho, além de apresentarem o risco de machucar as leitoas durante as tentativas de salto a rotação de machos proporciona diversidade no estímulo e evita o uso contínuo de machos que são menos hábeis sexualmente; associar o início do manejo de cachaço com a transferência das leitoas para outra baia e/ou a mistura de animais de lotes diferentes na mesma baia; procurar manter lotes entre seis e dez leitoas.

Está comprovado que animais mantidos individualmente o em lotes muito pequenos (menos de quatro animais) apresentam resposta insuficiente ao estímulo do macho. Lotes muito grandes, por outro lado, dificultam o contato físico de cada fêmea com o macho; supervisionar a atividade do cachaço junto às leitoas para certificar-se de que todas as fêmeas são estimuladas e, no caso de cio, evitar coberturas indesejadas.

Mais informações sobre o manejo da leitoa poderão ser obtidas em publicações disponíveis na home page
www.cnpsa.embrapa.br. Sugerimos consultar as seguintes publicações: Procedimentos básicos na produção de suínos, Boas praticas agropecuárias na produção de suínos e Sistema de produção de suínos.

AveSui2021_dentro

Quer acompanhar o que acontece na avicultura e na suinocultura?

Siga-nos no Facebook:

https://www,facebook.com/aviculturaindustrial

https://www.facebook.com/suinoculturaindustrial

Acompanhe nosso Linkedin:

https://www.linkedin.com/company/gessulliagribusiness

Precisa de algum serviço ou produto?

Pesquise no Guia Gessulli:

https://www.guiagessulli.com.br/

 

 

Assuntos do Momento

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021
23 de Fevereiro de 2021
Live

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021

Neivor Canton irá explicar o projeto de crescimento da avicultura da cooperativa em 20%, destacando ainda a expectativa de ampliar os embarques de frango e carne suína para a China em live às 10 horas no canal TV Gessulli

Vigor que surpreende
23 de Fevereiro de 2021
Suplementação

Vigor que surpreende

Suplementação eletrolítica com aporte energético de rápida absorção garante mais vigor aos leitões durante a fase de desmame

AveSui2021_dentro
FCO aprova R$ 110 milhões para Cooperalfa investir em MS
24 de Fevereiro de 2021
Investimentos

FCO aprova R$ 110 milhões para Cooperalfa investir em MS

Cooperativa Agroindustrial Alfa vai instalar uma unidade de produção de leitões em Sidrolândia (MS)

Duas pandemias e Brexit deixam o setor suíno do Reino Unido em perigo
24 de Fevereiro de 2021
Mercado Externo

Duas pandemias e Brexit deixam o setor suíno do Reino Unido em perigo

Os preços dos suínos, especialmente de fêmeas, estão despencando, enquanto os custos da ração disparam
 

Sanidade Suídea do IMA discute Plano Integrado de Vigilância
22 de Fevereiro de 2021
Sanidade

Sanidade Suídea do IMA discute Plano Integrado de Vigilância

Plano Integrado amplia o escopo das doenças-alvos de vigilância para Peste Suína Clássica (PSC), Peste Suína Africana (PSA) e Síndrome Respiratória Reprodutiva Suína (PRRS

Huawei investe na criação de porcos após perdas em celulares
22 de Fevereiro de 2021
Tecnologia

Huawei investe na criação de porcos após perdas em celulares

Impedida de acessar componentes vitais para a fabricação de novos aparelhos, a gigante de telecomunicações chinesa busca outras fontes de receitas.

Mais assuntos do momento