Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Manejo

Cio de porca pode ser estimulado

O Estado de S. Paulo
21-Fev-2005 11:12 - Atualizado em 27/01/2020 10:05

Redação SI 21/02/2005 - Segundo o Serviço de Atendimento ao Consumidor da Embrapa Suínos e Aves, a puberdade ou maturidade sexual é a fase em que os órgãos reprodutivos e os fenômenos hormonais que os comandam tornam-se aptos à reprodução. Na fêmea suína, a puberdade é caracterizada pela ocorrência do primeiro cio, em média aos 6 a 7 meses de idade, repetindo-se a cada 21 dias enquanto não ocorrer cobertura fértil e conseqüente gestação.

A idade da puberdade varia bastante, devendo ser considerado na pratica um limite máximo de 220 a 240 dias. Embora geneticamente determinada, esta característica reprodutiva sofre influências de fatores ambientais.

Dependendo de sua natureza e intensidade, situações externas atuam como estímulo ou inibição do mecanismo neuro-hormonal que desencadeia  a puberdade, fazendo com que essa ocorra mais precoce ou tardiamente na vida da leitoa.

Há técnicas que estimulam o desenvolvimento da puberdade, como o contato de fêmeas imaturas com o cachaço. Uma combinação do estímulo visual, olfativo (cheiro) e auditivo (sons) resultantes do contato físico com o macho atua positivamente, antecipando o primeiro cio nas leitoas.

Em fêmeas mantidas confinadas, a antecipação pode ser da ordem de até três semanas. Para obter o máximo rendimento do efeito do cachaço, o criador deve observar os seguintes pontos: iniciar o manejo do cachaço quando as fêmeas atingirem 150 a 160 dias de idade, pois o estimulo aplicado muito cedo pode não ter o efeito desejado sobre idade da puberdade; propiciar o contato direto macho-fêmea, com a introdução diária, por 15 a 20 minutos, de um macho no lote de fêmeas; utilizar machos maduros, em torno dos 9 a 12 meses de idade, que demonstram bom interesse sexual e que sejam capazes de estimular fêmeas.

Machos jovens abaixo da idade indicada ainda não desenvolveram plenamente a habilidade e a experiência sexual. Machos mais velhos, embora eficientes, são mais difíceis de manejar por causa do tamanho, além de apresentarem o risco de machucar as leitoas durante as tentativas de salto a rotação de machos proporciona diversidade no estímulo e evita o uso contínuo de machos que são menos hábeis sexualmente; associar o início do manejo de cachaço com a transferência das leitoas para outra baia e/ou a mistura de animais de lotes diferentes na mesma baia; procurar manter lotes entre seis e dez leitoas.

Está comprovado que animais mantidos individualmente o em lotes muito pequenos (menos de quatro animais) apresentam resposta insuficiente ao estímulo do macho. Lotes muito grandes, por outro lado, dificultam o contato físico de cada fêmea com o macho; supervisionar a atividade do cachaço junto às leitoas para certificar-se de que todas as fêmeas são estimuladas e, no caso de cio, evitar coberturas indesejadas.

Mais informações sobre o manejo da leitoa poderão ser obtidas em publicações disponíveis na home page
www.cnpsa.embrapa.br. Sugerimos consultar as seguintes publicações: Procedimentos básicos na produção de suínos, Boas praticas agropecuárias na produção de suínos e Sistema de produção de suínos.

Quer acompanhar o que acontece na avicultura e na suinocultura?

Siga-nos no Facebook:

https://www,facebook.com/aviculturaindustrial

https://www.facebook.com/suinoculturaindustrial

Acompanhe nosso Linkedin:

https://www.linkedin.com/company/gessulliagribusiness

Precisa de algum serviço ou produto?

Pesquise no Guia Gessulli:

https://www.guiagessulli.com.br/

 

 

Assuntos do Momento

11 de Maio de 2021
Mercado

Produção de suínos na China deve crescer 19% em 2021

Segundo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China (MARA), a expansão agressiva da capacidade de fazendas de grande escala em 2020 gerou um aumento estimado no abate de suínos para a China

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos
10 de Maio de 2021
Economia

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos

No momento, restam ainda mais de R$ 9 bilhões em recursos para serem contratados no Plano Safra 2020/2021

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados
10 de Maio de 2021
Mercado

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados

Entre os dias 03 e 07 de maio, o preço do frango vivo eleva sua cotação, com exceção de MG que mantém o valor estável. Suíno vivo teve queda de 1,11% em SC, 2,54% no PR e 2,12% no RS

Disponible en español Disponible en español
Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares
11 de Maio de 2021
América Latina

Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares

A produção diária na Colômbia é de 1.300 toneladas de carne suína e devido aos efeitos da greve nacional, 720 toneladas / dia deixaram de ser produzidas e comercializadas

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea
13 de Maio de 2021
Mercado

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea

Segundo estudos, a venda de carne no mercado doméstico está enfraquecida

Disponible en español Disponible en español
Greve Nacional na Colômbia com risco de desnutrição em fazendas de suínos
13 de Maio de 2021
Sanidade

Greve Nacional na Colômbia com risco de desnutrição em fazendas de suínos

O presidente da PorkColombia afirmou que em algumas fazendas do país estão contando as horas para iniciar o abate em massa porque não há comida para os porcos

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade