AveSui
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Inovação

CNI defende bioeconomia para estimular produção e inovação no país

Tema será discutido em fórum no dia 26 deste mês

Agência Brasil
10-Nov-2020 09:16

Medicamentos, biocombustíveis, cosméticos, tecidos, fibras de vidro. A biodiversidade aliada à tecnologia de ponta oferece possibilidades de produção sustentável. Essa é a promessa da bioeconomia, e o Brasil tem a vantagem de ter 20% da biodiversidade do planeta.

A Associação Brasileira de Bioinovação (ABBI) projetou o potencial de crescimento do setor de biotecnologia industrial – um dos segmentos da bioeconomia – para os próximos 20 anos. Segundo a entidade, o setor pode agregar aproximadamente US$ 53 bilhões anuais à economia brasileira, sendo US$ 20 bilhões em 120 plantas para produção de etanol de segunda geração e US$ 33 bilhões de bioprodutos derivados da celulose. Para isso, as empresas do setor precisariam investir aproximadamente US$ 132 bilhões anuais ao longo dos 20 anos.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), na União Europeia a bioeconomia movimenta 2,3 trilhões de euros, quase o Produto Interno Bruto (PIB) da França, a 7ª economia do mundo, e emprega 18 milhões de pessoas.

Para o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, a bioeconomia é uma importante alternativa para o desenvolvimento sustentável da Amazônia e para o cumprimento do compromisso brasileiro de redução de emissões de gases de efeito estufa, estabelecido no Acordo de Paris. “Isso porque a floresta em pé passa a gerar mais riquezas e, com isso, aumenta o seu valor frente às outras alternativas.”

Segundo a CNI, entre os setores da indústria brasileira que vão crescer com o fortalecimento dessa agenda está o de medicamentos, cuja relação com os ativos da natureza vem de longa data.

A CNI realiza no dia 26 deste mês o Fórum Bioeconomia e a Indústria Brasileira. Em estudo lançado em agosto, a confederação enumera os desafios para o país avançar nesse segmento: regulamentação, inovação e investimentos.

 

Lei da Biodiversidade

Em vigor desde 2015, a Lei da Biodiversidade e, mais recentemente, a ratificação do Protocolo de Nagoia no Congresso Nacional formaram o arcabouço jurídico sobre o tema no país.

Mas para o protocolo ter validade, lembra a CNI, o governo federal ainda precisa depositar a Carta de Ratificação na Convenção da Diversidade Biológica (CDB), da Organização das Nações Unidas (ONU). Para ter direito a voto na próxima reunião da CDB, prevista para maio de 2021, em Kunming, na China, o Brasil precisa fazer o depósito até 90 dias antes do encontro.

Para a CNI, o avanço da bioeconomia depende também de aperfeiçoamentos no sistema de inovação do país. A entidade defende a liberação dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).

Assuntos do Momento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"
01 de Dezembro de 2021
Reconhecimento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"

Avaliados pela Serasa Experian, resultados que levaram à escolha da cooperativa catarinense levaram em conta dados financeiros e ações de responsabilidade socioambiental

Exportações do agronegócio registraram recorde em outubro de 2021
03 de Dezembro de 2021
Recorde

Exportações do agronegócio registraram recorde em outubro de 2021

Elevação dos preços médios de exportação foi determinante para o incremento das vendas externas

01 de Dezembro de 2021
Agroindústrias

Grupo de investimentos avalia riscos em empresas de carnes

FAIRR Initiative identificou melhora generalizada em companhias de todo o mundo, mas uso de água e gestão de resíduos ainda estão longe do ideal

De olho nos investimentos em galpões para aves e suínos no oeste do PR e Tríplice Fronteira, Lages Patagonia confirma participação na AveSui
29 de Novembro de 2021
AveSui 2022

De olho nos investimentos em galpões para aves e suínos no oeste do PR e Tríplice Fronteira, Lages Patagonia confirma participação na AveSui

A empresa do segmento de estruturas pré-fabricadas para construção civil tem executado obras na Argentina, Paraguai e oeste paranaense

Governo de SC anuncia R$ 27,7 milhões em investimentos para Videira e região
29 de Novembro de 2021
Investimento

Governo de SC anuncia R$ 27,7 milhões em investimentos para Videira e região

Os recursos serão aplicados em agricultura, educação, educação especial, além de transferências diretas às cidades

Ministra Tereza Cristina afirma que passou da hora do produtor receber por serviço ambiental
30 de Novembro de 2021
Sustentabilidade

Ministra Tereza Cristina afirma que passou da hora do produtor receber por serviço ambiental

Para a ministra da Agricultura, desafio do crédito e capacitação em assistência técnica e extensão rural ainda são desafios que o país precisa superar

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade