Guia Gessulli
08-Out-2018 10:21
Insumos

Compras retraídas e baixa do dólar travam negociações de milho e soja

No caso da soja se espera uma redução nos preços para se retomar a compra, já o milho está sendo adquirindo apenas em pequenos lotes para curto prazo

De acordo com o Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea) os compradores tanto de soja quanto de milho estão retraídos. No caso da soja se espera uma redução nos preços para se retomar a compra, já o milho estão adquirindo apenas pequenos lotes a curto prazo.

Produtores brasileiros de soja estão com as atenções voltadas ao cultivo da temporada 2018/19 na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. Apenas em algumas praças que chuvas frequentes impedem o avanço ainda mais expressivo no cultivo. Nesse cenário, as negociações travaram nos últimos dias tanto no mercado spot quanto para contratos, devido à desvalorização do dólar. No spot, compradores se retraíram, à espera de redução de preços, principalmente devido à diminuição das margens de esmagamento. Do lado vendedor, os baixos estoques e o semeio da nova safra também afastam esses agentes do mercado.

As cotações do milho seguem em queda na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. O recuo está atrelado à retração de compradores e à desvalorização do dólar, de 4,4% em sete dias, a R$ 3,865 nessa sexta-feira, 5. Em Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa fechou a R$ 38,78 na sexta, baixa de 1,57% frente ao dia 28 de setembro. Especificamente nessa região, a queda esteve atrelada ao menor interesse de compra e à necessidade pontual de venda.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado