Guia Gessulli
16-Set-2019 11:23
Insumos

Confira as variações de preços da soja e do milho na última semana

Demanda e valor do dólar tem influenciados os valores no mercado interno

Conforme os dados divulgados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta segunda-feira (16/09), as cotações da soja em grão estão em queda no mercado interno. Os recentes recuos do dólar têm pressionado os valores; porém, as baixas foram limitadas pela alta nos futuros na CME Group (Bolsa de Chicago), especialmente nessa quinta-feira, 12.

Entre 6 e 13 de setembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá registrou baixa de 0,78%, a R$ 85,39/saca de 60 kg nessa sexta-feira, 13. O Indicador CEPEA/ESALQ Paraná, por outro lado, teve pequeno aumento de 0,18%, a R$ 79,77/sc de 60 kg. Os menores valores domésticos e a expectativa quanto à divulgação de dados de oferta e demanda mundiais por parte do USDA (que ocorreu na quinta-feira), por sua vez, reduziram o ritmo de negócios no Brasil.

Já os valores do milho estão em alta no mercado paulista, influenciados pela demanda mais aquecida. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) subiu 2% entre 6 e 13 de setembro, fechando a R$ 37,58/saca de 60 kg nessa sexta-feira, 13.

 Por outro lado, segundo pesquisadores do Cepea, na maior parte do Centro-Oeste, as cotações têm caído, pressionadas pela maior oferta. Quanto às exportações do cereal, seguem intensas, somando 2,04 milhões de toneladas nos primeiros cinco dias úteis de setembro, segundo dados da Secex.

A média diária de embarques está em 409,4 mil toneladas – caso esse ritmo permaneça até o encerramento de setembro, o volume total de exportação pode atingir 8,5 milhões de toneladas, um novo recorde para o mês.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado