AveSui2021
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Assine a Revista Revista Digital Anuncie
Em Mato Grosso do Sul

Cooperativa Lar inaugura complexo industrial de soja em Caarapó

Nova unidade do grupo paranaense em Mato Grosso do Sul absorveu investimentos de R$ 219 milhões

Redação
01-Dez-2020 09:18

Com apoio do Governo do Estado, a Lar Cooperativa Agroindustrial inaugurou no último sábado (28) seu complexo processador de soja, no município de Caarapó. A indústria esmagadora de soja é uma das mais modernas do país e está gerando 300 empregos, resultado da política estadual de apoio à industrialização.

O novo complexo industrial da Lar tem capacidade de processar 1,5 mil toneladas de soja por dia e produzir 300 toneladas de biodiesel a cada 24 horas, além da produção de farelo e energia. Toda a estrutura da indústria ficou parada por 11 anos, até ser comprada e revitalizada pela Lar a partir de 2019.

“A Lar é o resultado da eficiência estratégica do Governo do Estado, que criou um ambiente propício para dar o suporte necessário para quem quer investir em Mato Grosso do Sul. Além disso, reforça o papel importante do cooperativismo que tem tido investimentos frequentes há anos”, destacou o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

A instalação da Lar na cidade, dentro da política estadual de incentivos fiscais e de industrialização, mostra a confiança que a cooperativa depositou em Mato Grosso do Sul. “Esse complexo estava sucateado. A Lar decidiu investir aqui e agora transforma matéria-prima em produtos industrializados e com valor agregado; transforma soja em óleo refinado e bruto, em farelo, em casquinha peletizada e em biodiesel. Gera ainda emprego e oportunidade para toda nossa gente”, ressaltou o governador Reinaldo Azambuja.

Celso Ramos Regis, presidente da OCB/MS, ressaltou a importância da Lar para o Estado, com mais de 11 mil cooperados e gerando mais de 10 mil empregos. Além disso, lembrou que o Procoop  (Programa Estadual de Desenvolvimento e Fortalecimento do Cooperativismo em MS) tem sido fundamental para o crescimento das cooperativas”.

AveSui2021_dentro

“O Programa implantado pelo Governo do Estado tem trazido o desenvolvimento sustentável para as cooperativas. Também tem proporcionado sucesso e alcance amplo para as pessoas que atuam dentro das cooperativas no Estado”, afirmou o presidente da OCB, Celso Regis. Nos últimos seis anos, 60% dos investimentos  privados no Estado estão ligados as cooperativas, conforme levantamento da Semagro.

A unidade de Caarapó entrou em operação há dois meses, após receber R$ 219 milhões de investimentos. Este complexo integra as 32 unidades  da Lar distribuídas em 17 municípios do Estado.  "Acreditamos que a Lar é a indústria que mais recebe soja e milho em Mato Grosso do Sul, sendo que a unidade de Caarapó e a segunda da cooperativa em processamento de soja, com capacidade para industrializar 30% do volume do grão recebido. Ainda temos refino, biodiesel e coogeração de energia”, disse o presidente Irineu da Costa Rodrigues.

Prefeito de Caarapó, André Anézio destacou a alegria de poder participar da inauguração deste importante empreendimento para o município. "Por anos passamos por aqui e vimos uma indústria parada, que poderia estar gerando emprego e desenvolvimento para a cidade, com o empenho do Governo do Estado conseguimos tornar este sonho uma realidade".