Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Porto

Corredor Leste de Exportação de Paranaguá registra alta de 56% na produtividade em dezembro

No último mês de 2021 foram 1.039.992 toneladas de soja, farelo e milho exportadas pelo complexo ante 667.082 toneladas dos produtos em dezembro do ano anterior

Redação, com informações AEN
12-Jan-2022 08:00

O volume de granéis embarcados no Corredor Leste de Exportação do Porto de Paranaguá (Corex) em dezembro de 2021 foi quase 56% maior em comparação com o mesmo período do ano anterior. No último mês de 2021 foram 1.039.992 toneladas de soja, farelo e milho exportados pelo complexo ante 667.082 toneladas dos produtos no mesmo mês do ano anterior.

Segundo o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, além do desempenho dos terminais que operam pelo complexo, reconhecido pela produtividade e capacidade operacional, os principais fatores que influenciam no movimento são as condições climáticas, os preços internacionais e o comportamento do mercado (oferta x demanda).

“Esse comportamento fica evidente quando analisamos os volumes, principalmente de soja e milho, ao compararmos os dois meses de dezembro, de 2020 com 2021”, afirma.

Em dezembro de 2020 não houve embarque de soja em grão pelo Corredor Leste. Naquele mês, pelo complexo, foram exportadas 254.130 toneladas de farelo de soja e 412.952 toneladas de milho.

Movimentação dos portos alcança 57,5 milhões de toneladas em 2021, maior volume da história
Porto de Paranaguá prepara Corredor Leste para demanda de exportação de grãos e farelos
Já no último mês de dezembro, foram carregadas 586.233 toneladas de soja; 390.371 de farelo; e 63.388 de milho. Este último produto teve queda na produção, em 2021, devido à estiagem que castigou as lavouras.

OPERAÇÃO – Os três berços do Corex (212, 213 e 214) receberam um total de 19 navios em dezembro do ano passado. No mesmo mês, em 2020, foram apenas 12 atracações.

Em dezembro, o berço mais produtivo do complexo foi o 213, onde nove navios atracaram nos 31 dias, movimentando 573.260 toneladas de cargas. Pelo berço 212 foram exportadas 129.501 toneladas de granéis sólidos e, pelo 213, outras 337.230 toneladas.

No último mês de 2021, das 1.039.992 toneladas embarcadas pelo Corex, cerca de 17,66% saíram pelos silos públicos (um vertical e quatro horizontais) – 183.631 toneladas. 82,34% foram embarcados pelos outros dez terminais que operam no complexo.

MODAIS – Na participação por modais no descarregamento de granéis no Corex, a maior parte foi por caminhões. Em dezembro de 2021, 21.125 veículos passaram pelo Pátio de Triagem antes de descarregar os granéis nos terminais do Corredor Leste. No mesmo mês, em 2020, foram 10.504 caminhões. De vagões, foram 6.576 descarregados em dezembro de 2021, ante 6.540 vagões no mesmo mês em 2020.

Clique AQUI e conheça o Corredor de Exportação na animação Porto Explica, da Portos do Paraná.

Confira a produção:

Produto / berço (Corex)

Soja
Berço 212 - 61.500
Berço 213 - 458.463
Berço 214 - 66.270

Farelo
Berço 212 - 68.001
Berço 213 - 51.410
Berço 214 - 270.960

Milho
Berço 213 - 63.388

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade