Curso Cortes de Suínos
12-Jul-2017 09:02
Carne Suína

Cortes foram os principais produtos importados no semestre

A Europa extra-União Europeia segue como principal destino semestral dos embarques de carne suína, com 138,6 mil toneladas entre janeiro e junho, volume 13,5% acima do alcançado nos seis primeiros meses de 2016. 

Nesta região, a Rússia lidera as importações da proteína brasileira abocanhando 40% das vendas, seguida de Hong Kong, com 20,9%, e China com 7,6%. No semestre, a Rússia aumentou as compras em 16%, já para Hong Kong houve um decréscimo de 18% e China -38%, no comparativo com 2016.  

Em segundo lugar, a Ásia importou 118,4 mil toneladas, - 22,3% de retração, segundo o mesmo período comparativo.  No terceiro posto, os países das Américas importaram 51,1 mil toneladas (+27%).  Em quarto lugar, a África foi destino de 22,4 mil toneladas (-7,8%).

Cortes

Os cortes foram os principais produtos importados nos seis primeiros meses, com 289,9 mil toneladas, número equivalente ao realizado no primeiro semestre de 2016. De miúdos foram exportadas 35,3 mil toneladas (-4,4%); de preparações, 4,7 mil toneladas (+3,6%); de enchidos, 4,5 mil toneladas (+9%); de carcaça, 3,8 mil toneladas (-66,2%); de gorduras, 3,4 mil toneladas (-28,3%); de tripas, 893 toneladas (-32,9%); de salgados, 489 toneladas (+80%); e de couros e peles, 115 toneladas (+14.573%).

Redação
Deixe seu Recado