Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Saúde Única

Covid-19: O chefe da vacina Pfizer é um veterinário

CEO começou carreira na empresa em 1993 na Divisão de Saúde Animal (que mais tarde se separou para formar a Zoetis)

Via VetSapiens
18-Nov-2020 11:24

O veterinário grego Albert Bourla é CEO da Pfizer desde 2019, empresa que anunciou os melhores resultados de eficácia em uma vacina contra o coronavírus, com eficácia de mais de 90%.

A farmacêutica Pfizer divulgou nesta segunda-feira, 9 de novembro, os resultados provisórios dos estudos de eficácia da vacina que está a desenvolver para o enfrentamento do coronavírus, garantindo que tudo parece indicar que a sua eficácia é superior a 90%.

A novidade foi bem recebida pelos mercados internacionais com fortes aumentos, aliás o IBEX 35 marcou uma alta de mais de 8%, a maior em uma década. Essa euforia foi desencadeada depois que Albert Bourla, veterinário grego e CEO da empresa, explicou em uma carta o sucesso dos primeiros testes.

Desta forma, surgiu um veterinário como chefe da empresa que deu uma das melhores notícias desde o início da pandemia, pois até agora os demais projetos de vacinas tinham taxas de eficácia muito menores, e a própria US Food and Drug Administration (FDA), ciente da dificuldade de desenvolvimento da vacina, fixou o limite necessário para dar sua autorização em 50%.

“Tenho o prazer de compartilhar com vocês que a Pfizer e nosso parceiro BioNTech anunciaram resultados de eficácia positivos de nosso estudo de fase 3, estágio intermediário de nossa vacina potencial Covid-19. A vacina candidata foi considerada mais de 90% eficaz na prevenção de Covid-19 em participantes sem evidência de infecção anterior de SARS-CoV-2 na primeira análise de eficácia provisória ”, comemorou.

Bourla explicou que esses resultados demonstram que sua vacina baseada em mRNA pode ajudar a prevenir Covid-19 na maioria das pessoas que a recebem. "Isso significa que estamos um passo mais perto de dar às pessoas em todo o mundo um avanço muito necessário para ajudar a acabar com esta pandemia global", disse ele.

 

UM SALTO DA SAÚDE ANIMAL PARA A SAÚDE HUMANA

Bourla, um veterinário da Aristotle University, trabalhou na Pfizer por mais de 25 anos e ocupou vários cargos globais de alto nível. Assim, antes de assumir o cargo de CEO em janeiro de 2019, exerceu as funções de diretor de operações desde 2018.

Ao longo de sua carreira, o veterinário ocupou cargos intimamente relacionados ao desenvolvimento de vacinas, pois entre fevereiro de 2016 e dezembro de 2017 atuou como presidente do grupo 'Pfizer Innovative Health', que incluía algumas áreas comerciais, incluindo a de vacinações

Além disso, de janeiro de 2014 a janeiro de 2016, Bourla foi presidente da área de negócios de vacinas globais, oncologia e saúde do consumidor da Pfizer, onde foi fundamental para construir uma posição forte e competitiva em oncologia e expandir da liderança da empresa em vacinas.

O CEO da Pfizer começou sua carreira na empresa em 1993 na Divisão de Saúde Animal (que mais tarde se separou para formar a empresa de saúde animal Zoetis) como Diretor Técnico para a Grécia. Posteriormente, ele gradualmente assumiu posições de responsabilidade crescente dentro da saúde animal em toda a Europa, antes de se mudar para a sede mundial da Pfizer em Nova York em 2001.

A partir daí, assumiu uma sucessão de cargos de liderança na divisão de saúde animal, tornando-se presidente da área de saúde animal na Europa, África e Oriente Médio. Em 2009, ele assumiu responsabilidades adicionais para as regiões da Ásia-Pacífico.

Assuntos do Momento

11 de Maio de 2021
Mercado

Produção de suínos na China deve crescer 19% em 2021

Segundo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China (MARA), a expansão agressiva da capacidade de fazendas de grande escala em 2020 gerou um aumento estimado no abate de suínos para a China

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos
10 de Maio de 2021
Economia

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos

No momento, restam ainda mais de R$ 9 bilhões em recursos para serem contratados no Plano Safra 2020/2021

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados
10 de Maio de 2021
Mercado

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados

Entre os dias 03 e 07 de maio, o preço do frango vivo eleva sua cotação, com exceção de MG que mantém o valor estável. Suíno vivo teve queda de 1,11% em SC, 2,54% no PR e 2,12% no RS

Disponible en español Disponible en español
Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares
11 de Maio de 2021
América Latina

Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares

A produção diária na Colômbia é de 1.300 toneladas de carne suína e devido aos efeitos da greve nacional, 720 toneladas / dia deixaram de ser produzidas e comercializadas

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea
13 de Maio de 2021
Mercado

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea

Segundo estudos, a venda de carne no mercado doméstico está enfraquecida

Disponible en español Disponible en español
Greve Nacional na Colômbia com risco de desnutrição em fazendas de suínos
13 de Maio de 2021
Sanidade

Greve Nacional na Colômbia com risco de desnutrição em fazendas de suínos

O presidente da PorkColombia afirmou que em algumas fazendas do país estão contando as horas para iniciar o abate em massa porque não há comida para os porcos

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade