Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Evento

De Heus apresenta premiação que destaca trabalho das cooperativas de aves e suínos

Prêmio Quem é Quem será realizado em formato digital na próxima terça-feira, dia 13, a partir das 10h, durante a abertura da AveSui

12-Abr-2021 10:07 - Atualizado em 12/04/2021 10:27

A De Heus patrocina pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Quem é Quem: Maiores e Melhores Cooperativas Brasileiras de Aves e Suínos, que vai acontecer em formato digital nesta terça-feira, dia 13 de abril, a partir das 10h, durante a abertura da AveSui, com transmissão também pela TV Gessulli. “O objetivo é contribuir com a valorização do trabalho realizado pelas cooperativas brasileiras e seus profissionais”, defende o gerente de Negócios – Suínos da De Heus no Brasil, Gabriel Salum.

“Gostamos de apoiar iniciativas como esta. Enxergamos no cooperativismo um enorme potencial transformador, responsável por negócios muito estruturados em várias regiões do país e com impactos muito positivos sobre a economia, a sociedade e a imagem do Brasil”, afirmou o executivo. Ele ressalta que o Prêmio “Quem é Quem?” tem destacado as principais iniciativas ligadas à produção de proteína animal e também dado visibilidade às pessoas, responsáveis diretas por “fazer acontecer” no dia a dia e trazer à mesa de milhões de pessoas um alimento seguro e produzido com alta tecnologia.

“É um reconhecimento ao esforço constante dessas “Gigantes do Agronegócio” que, sem dúvida, é a força motriz que impulsiona o Brasil à despeito das crises internacionais ou internas, a qualquer tempo”, salienta Salum. Ele explica que através do cooperativismo, essas empresas construíram bases muito sólidas para crescimento e alto grau de profissionalização em toda a cadeia, tanto “dentro” quanto “fora da porteira”. “Vários são os exemplos de excelência na gestão e na atuação visionária, o que às trouxe a uma posição de destaque, sendo que várias ocupam posição de liderança tanto no mercado regional como exportador”.

Desafios e oportunidades para as cooperativas
Segurança alimentar e sustentabilidade despontam entre os principais desafios da produção de proteína animal levantados pelo especialista. “Temos uma cadeia produtiva cada vez mais focada nas melhores práticas na criação dos animais, a busca não é só pela produtividade capaz de assegurar a otimização de recursos e o abastecimento de todos, mas também com questões como bem-estar animal, uso responsável de antibióticos e segurança microbiológica dos produtos finais”.

Ele destaca aspectos relacionados à sustentabilidade, mas não apenas como estruturamos a produção de grãos, muito importantes para a produção animal. “Intensificamos o uso da terra, respeitando e preservando os biomas com redução do “footprint”, mas também cuidamos de como impactamos as pessoas dentro e fora da atividade agropecuária, em sinergia com o retorno econômico e a viabilidade dos negócios no longo prazo. Esses temas são centrais e um desafio não só das cooperativas, mas de todo o setor e está muito presente e em foco na De Heus com o programa “Responsible Feeding”, que trata no longo prazo as ações e contribuições diretas e indiretas da nossa Companhia”.

Do lado das oportunidades, ele sustenta a necessidade de alimentar uma população mundial de quase 8 bilhões de pessoas que chegarão próximo a 10 bilhões nos próximos 30 anos com crescimento concentrado em regiões com poucos recursos naturais disponíveis para a produção de alimentos. “Nesse contexto, o Brasil tem um papel central, podendo ofertar ao mundo alimentos seguros e com alta produtividade no campo, sem deixar de lado a sustentabilidade, pois somos um país com muitos recursos e tecnologia de ponta”, encerra.

O Prêmio
O Prêmio Quem é Quem: Maiores e Melhores Cooperativas Brasileiras de Aves e Suínos é realizado pelas revistas Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial e tem a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) como entidade patronal e o patrocínio De Heus. Os estudos e ranking da premiação estão a cargo nesta edição do Nupea/Ealq-USP, com coordenação do pesquisador Iran José Oliveira da Silva.

 

A cerimônia de premiação acontece no dia 13 de abril dentro da plataforma digital da AveSui América Latina Online 24H/7D. Para acessar, basta fazer o credenciamento antecipado no site do evento (www.avesui.com).

Assuntos do Momento

11 de Maio de 2021
Mercado

Produção de suínos na China deve crescer 19% em 2021

Segundo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China (MARA), a expansão agressiva da capacidade de fazendas de grande escala em 2020 gerou um aumento estimado no abate de suínos para a China

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos
10 de Maio de 2021
Economia

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos

No momento, restam ainda mais de R$ 9 bilhões em recursos para serem contratados no Plano Safra 2020/2021

China: Importação de carnes aumenta 6,9% em abril e fica perto de recorde
07 de Maio de 2021
Mercado Externo

China: Importação de carnes aumenta 6,9% em abril e fica perto de recorde

A produção de carne suína da China despencou após os surtos de peste suína africana desde 2018, estimulando uma forte demanda por importação de carne suína e outras proteínas

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados
10 de Maio de 2021
Mercado

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados

Entre os dias 03 e 07 de maio, o preço do frango vivo eleva sua cotação, com exceção de MG que mantém o valor estável. Suíno vivo teve queda de 1,11% em SC, 2,54% no PR e 2,12% no RS

Disponible en español Disponible en español
Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares
11 de Maio de 2021
América Latina

Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares

A produção diária na Colômbia é de 1.300 toneladas de carne suína e devido aos efeitos da greve nacional, 720 toneladas / dia deixaram de ser produzidas e comercializadas

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea
13 de Maio de 2021
Mercado

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea

Segundo estudos, a venda de carne no mercado doméstico está enfraquecida

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade