Guia Gessulli
28-Nov-2019 08:47
São Paulo

Delegação chinesa conhece infraestrutura e serviços de instituto de pesquisa da Secretaria de Agricultura

Grupo também visitou o Centro Avançado de Pesquisa Avícola do Instituto Biológico, em Descalvado, interior paulista, para conhecer as unidades laboratoriais que realizam análises para o setor da avicultura

O Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, recebeu a visita de uma delegação chinesa com dez representantes da Administração de Alimentos e Reservas Estratégicas, em 18 de novembro de 2019, em São Paulo, Capital.

O grupo estava interessado em conhecer a estrutura do IB e seus centros de pesquisa, infraestrutura laboratorial e serviços oferecidos na área de sanidade animal e vegetal, tecnologias sustentáveis de controle de pragas e conservação dos produtos, programas de intercâmbio de pesquisas internacionais, além de aproveitar o encontro para criar possibilidade de cooperação técnica entre as instituições.

“A visita foi muito interessante. A delegação pôde visitar o Laboratório de Resíduos de Pesticidas em Alimentos do IB e o Laboratório de Fitossanidade, além do nosso cafezal urbano. Eles ficaram bastante impressionados com a quantidade de análises e vislumbramos a possibilidade de fazer acordos para prestação de serviços laboratoriais no futuro”, conta Ana Eugênia de Carvalho Campos, diretora-geral do IB, que recebeu os visitantes internacionais.

O Instituto Biológico oferece mais de 350 tipos de exames, realizando uma média de 540 diagnósticos por dia nas áreas de sanidade animal, sanidade vegetal e monitoramento ambiental. O IB é a única instituição do Estado de São Paulo com 134 ensaios no escopo acreditados pelo Inmetro e credenciados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), referentes a diagnósticos em sanidade animal, saúde vegetal e resíduos de pesticidas em alimentos e bebidas.

Avicultura

Uma delegação composta por quatro chineses ligados ao serviço de alfândega do país asiático visitou o Centro Avançado de Pesquisa Avícola do Instituto Biológico, em Descalvado, interior paulista, para conhecer as unidades laboratoriais que realizam análises para o setor da avicultura.

De acordo com a diretora da unidade, Ana Maria Iba Kanashiro, a equipe chinesa verificou procedimentos e competências técnicas do laboratório que garantem a validade dos resultados dos ensaios laboratoriais em amostras avícolas de controle oficial. O grupo auditou também o Laboratório Federal de Defesa Agropecuária, o Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (VIGIAGRO) e empresas avícolas exportadoras para verificar a possibilidade de negócios com o Brasil.

O Centro Avançado de Pesquisa Avícola do IB atua na área de sanidade avícola e em controle microbiológico na área de alimentos. Na área de avicultura, o Centro é credenciado pelo MAPA para diagnóstico bacteriológico das salmoneloses aviárias e diagnóstico sorológico de micoplasmoses e salmoneloses aviárias, laringotraqueíte infecciosa das galinhas, influenza aviária e doença de Newcastle. O Centro atende a demandas de pequenos produtores a grandes empresas exportadoras de material genético. Na área de controle microbiológico, realiza ensaios para monitoria de qualidade sanitária de matérias-primas e produtos acabados de estabelecimentos da área de alimentação, assim como fornece assessoria técnica.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado