Guia Gessulli
07-Ago-2020 09:16 - Atualizado em 07/08/2020 11:32
Disponible en español
TvGessulli

DESTAQUES: embarques de suínos em alta e de frango em queda

Um resumo das principais notícias nos portais da Avicultura Industrial e da Suinocultura Industrial

 

As exportações de carne de frango e de carne suína mantiveram movimentações distintas em julho, de acordo com dados do Ministério da Economia, divulgados nessa semana. Exportações de carne suína cresceram 46,74% no mês passado, em comparação ao mesmo mês em 2019. Os embarques da proteína suína somaram 90,2 mil toneladas no mês de julho. O volume só foi menor que o registrado em maio este ano, quando a soma foi de 90,7 mil toneladas.

Já os embarques de carne de frango foram 9% menores que o registrado em julho do ano passado. As exportações de carne de frango fresca, refrigerada ou congelada, somaram 337,5 mil toneladas no mês, o que, no entanto, representou o segundo melhor desempenho da proteína em 2020.

A pandemia da covid-19 teve reflexos positivos na geração de postos de trabalhos nos frigoríficos do Rio Grande do Sul. A estimativa é de que em torno de 5 mil trabalhadores tenham sido empregados nas unidades de processamento de proteína animal, segundo levantamento do Jornal do Comércio. Apenas a JBS foi responsável pela contratação de 3,1 mil pessoas e, de acordo com o portal de notícias, pretende investir R$ 500 milhões no território gaúcho nos próximos dois anos.

E nos insumos, as cotações da soja estão em patamares recordes, segundo o Cepea. Os valores correspondem ao óleo, ao grão e ao farelo de soja em diferentes regiões do país. Já as cotações do milho voltaram a subir na maior parte das regiões, segundo o Cepea , devido à retração vendedora e à demanda aquecida. Segundo os pesquisadores, apesar de a colheita avançar, cooperativas e compradores mostram dificuldades em adquirir novos lotes e, quando conseguem, adquirem pequenos volumes para o curto prazo.

E a AveNutri, com sede em Londrina, no Paraná, vai investir em torno de R$ 400 milhões em uma nova unidade industrial na cidade de Vista Gaúcha, no Rio Grande do Sul. A informação foi publicada pela Folha do Noroeste, portal da cidade de Frederico Westphalen. O frigorífico PJB, fundado em 2019, em Vista Gaúcha, dono da marca AveNutri, pretende construir uma planta frigorífica de aves, fábrica de ração e incubatório. Os investimentos tem o objetivo de abater até 210 mil aves ao dia, em três etapas. Inicialmente 60 mil aves, na segunda etapa 120 mil aves e, por último, 210 mil aves.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado