Guia Gessulli
13-Jun-2019 17:11 - Atualizado em 14/06/2019 11:13
TvGessulli

DESTAQUES - Insumos voltam a ter queda e exportações seguem em alta

Semanalmente os portais Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial resumem as principais notícias do setor

Os preços dos insumos registraram recuo neste início de mês, de acordo com o Cepea. Começando pelo milho, os levantamentos mostram que após o forte movimento de alta dos preços na segunda quinzena de maio, o enfraquecimento da demanda tem limitado as elevações ou até mesmo pressionado os valores em algumas regiões. Segundo colaboradores do Cepea, compradores se mostram abastecidos e, por isso, postergam novos negócios, à espera da entrada efetiva do milho da segunda safra. Do lado da oferta, o avanço da colheita nas principais regiões produtoras eleva a disponibilidade interna e pressiona as cotações.

Em relação à soja, a desvalorização do dólar frente ao Real e a queda dos preços futuros na CME Group (Bolsa de Chicago) pressionaram as cotações da no Brasil nos últimos dias. Segundo os analistas, esse cenário, atrelado a preocupações com o clima nos Estados Unidos, afastou agentes do mercado. Compradores e vendedores brasileiros seguem atentos ao semeio da oleaginosa nos Estados Unidos.

As exportações de carne de frango continuam com bom desempenho nesse início de junho. De acordo com os dados do Ministério da Economia, entre os dias três e sete de junho foram enviadas ao exterior 105,6 mil toneladas da proteína, o que representa um valor de US$ 173 milhões. A média de embarque diário ficou em 16 mil toneladas, 32% maior que a registrada em maio e quase o dobro da média registrada em junho de 2018.

Na carne suína, as exportações também continuam positivas. Entre os dias três e sete de junho foram enviadas ao exterior 13,4 mil toneladas da proteína, o que representa um valor de US$ 30,6 milhões. A média de embarque diário manteve-se em 2,7 mil toneladas, mesma registrada em maio e 86% maior que a média registrada para o mês de junho de 2018. Os dados indicam que o bom desempenho nas exportações deve se manter nesse mês.

E no crédito rural, os agricultores brasileiros contrataram em instituições financeiras R$ 158,7 bilhões em financiamentos entre julho de 2018 e maio deste ano referente ao Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019, que se encerra neste mês. O desembolso representa 6% a mais se comparado ao aplicado no mesmo período do Plano Safra 2017/2018.

As contratações do crédito rural para custeio somaram R$ 88,3 bilhões, com acréscimo de 6% em relação ao desembolso de julho/2017 a maio/2018. A industrialização totalizou R$ 6,6 bilhões (+ 1%) e a comercialização, R$ 23,8 bilhões (- 9%). Para os investimentos, os desembolsos alcançaram R$ 40 bilhões, registrando um expressivo aumento de 17% em relação aos valores aplicados na safra anterior, com destaques para o PCA (Programa para Construção e Ampliação de Armazéns) com R$ 1,1 bilhão, o que representa crescimento de 76%.

A DeHeus é a nova apoiadora do Prêmio Quem é Quem: Maiores e Melhores Cooperativas Brasileiras de Aves e Suínos. De origem holandesa, a companhia está há seis anos no mercado brasileiro, com crescimentos expressivos ano a ano. O avanço está alicerçado em investimentos na ampliação de sua estrutura no país, assim como em áreas de pesquisa e desenvolvimento, com soluções nutricionais para suínos, aves, bovinos, aqua e pets. Além dela, a Agroceres PIC apoia a iniciativa, que tem como entidade patronal a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

A premiação do Quem é Quem acontece junto a abertura oficial da AveSui EuroTier South America, no dia 23 de julho, em Medianeira (PR), a partir das 18 horas, quando serão conhecidos os vencedores de cada uma das 11 categorias.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado