AveSui2021
23-Out-2020 09:28 - Atualizado em 23/10/2020 10:05
TvGessulli

DESTAQUES - Isenção do imposto sobre insumos e inspeção chinesa em frigoríficos

Um resumo das principais notícias dos portais Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial

 

Dois dos principais grãos da agricultura nacional – soja e milho – terão a alíquota do imposto de importação zerada a fim de manter o equilíbrio na oferta desses produtos no mercado doméstico. A notícia pode ser um alento para avicultores e suinocultores brasileiros, que vinham sofrendo com o aumento do custo de produção devido à alta desses insumos. A suspensão temporária do imposto de importação para soja valerá até 15 de janeiro de 2021. Já em relação ao milho, as importações sem pagamento de imposto irão até 31 de março de 2021.

As cotações do suíno vivo seguem em alta em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea, da Esalq/USP. A oferta de animais para abate ainda é reduzida, ao passo que a demanda da indústria por novos lotes de suínos continua aquecida. Com as elevações no vivo, novos reajustes também são verificados nas cotações da carcaça. Um elemento importante para essa valorização são os preços internos do milho e do farelo de soja.

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) informou que 236 novos surtos de peste suína africana foram notificados no mundo entre os dias 2 e 15 de outubro, ante 313 casos verificados no levantamento anterior. O número total de surtos em andamento subiu para 7.522, sendo 3.976 somente na Romênia e 1.475 no Vietnã. Dos novos surtos, 193 foram notificados na Europa, 42 na Ásia e 1 na África. Os dados constam de levantamento quinzenal divulgado pela OIE.

Uma auditoria remota feita por autoridades chinesas em frigoríficos brasileiros que estão com as vendas suspensas por casos de covid-19 entre funcionários teve resultado positivo, conforme um auditor fiscal agropecuário que acompanhou a vídeo-inspeção. A retomada dos embarques à China, no entanto, não é imediata e ainda depende da correção de inconformidades detectadas. Em entrevista ao jornal Valor, o auditor Adriano Guahyba explicou que, no Rio Grande do Sul, quatro frigoríficos foram inspecionados: dois da Seara (JBS), em Passo Fundo e Três Passos; um da BRF e outro da Minuano, ambos em Lajeado. Os quatro frigoríficos tiveram pelo menos um tipo de inconformidade apontada, sendo que uma das plantas teve quatro.

O país asiático é o principal destino das exportações brasileiras, respondendo por 37% da receita com os embarques de carnes. De janeiro a setembro, a China desembolsou US$ 4,7 bilhões para importar cerca de 1,5 milhão de toneladas de carnes, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pelo Ministério da Agricultura. Entre as proteínas, as carnes bovina e de porco são as mais dependentes da demanda chinesa.

O empresário Mário Lanznaster, presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, faleceu às 4h23 deste domingo (18), no Hospital Unimed, em Chapecó, aos 80 anos de idade. Considerado um dos maiores líderes do cooperativismo brasileiro das últimas décadas, Lanznaster vivia um delicado quadro de saúde desde 2018, em razão de um tumor no fígado.

Redação
Deixe seu Recado