AveSui 2020
07-Fev-2020 09:49 - Atualizado em 07/02/2020 10:00
Disponible en español
TV Gessulli

DESTAQUES - O grande crescimento das cooperativas em 2019

Um resumo das principais notícias dos portais Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial

Parte das principais cooperativas brasileiras de aves e suínos divulgou seus balanços de faturamento de 2019. O ano foi positivo para todas elas. A Aurora foi a que mais cresceu, com um faturamento 20% maior que o registrado em 2018. A cooperativa divulgou uma receita operacional bruta de R$ 10,9 bilhões. Somente as exportações totalizaram R$ 3,27 bilhões em receita líquida, o que representou um crescimento de 46,8% em relação ao ano anterior. Diante do bom resultado, a diretoria da empresa anunciou que fará investimento de R$ 400 milhões neste ano.

A C Vale, de Palotina, por outro lado, teve o maior valor em sobras aos cooperados de sua história. A cooperativa disse que faturou R$ 8,92 bilhões em 2019, volume 4,9% maior que o de 2018. O valor total das sobras saltou de R$ 100 milhões para R$ 245 milhões, puxado pelas exportações de carne de frango. Para Alfredo Lang, presidente da C Vale, a peste suína africana na China e o dólar alto favoreceram as exportações do produto e melhoraram a rentabilidade da cooperativa.

Já a Copacol, de Cafelândia, apresentou faturamento de R$ 4,4 bilhões. O montante é 14% maior que o registrado em 2018. Outra que divulgou o faturamento foi a Copagril, que atingiu resultado de R$ 1,768 bilhão no ano passado.

E o mês de janeiro manteve resultados positivos para as exportações das proteínas brasileiras. No caso do frango, foram 301 mil toneladas embarcadas. Isso corresponde a uma média diária 13,7 mil toneladas, 15,5% maior que janeiro de 2019. O fechamento da suinocultura foi ainda maior. Foram 9,3 mil toneladas embarcadas, ou uma média diária de 2,7 mil toneladas. O resultado é 41,5% maior que janeiro de 2019.

Pelo mundo, a China continua tendo problemas sanitários. Agora, mais um caso de Influenza Aviária foi notificada. O surto de gripe aviária H5N1 ocorreu em uma propriedade rural e matou 4,5 mil das 7.850 galinhas da propriedade, em uma cidade próxima onde está o epicentro do Coronavírus.

E a Grécia é o mais novo afetado pela Peste Suína Africana. As autoridades veterinárias gregas detectaram o primeiro surto em uma pequena criação doméstica de suínos na região de Serres, no norte do país. Segundo o Ministério da Agricultura , o caso foi confirmado na quarta-feira (dia 05/02) pelo laboratório nacional de referência para doenças virológicas em Atenas.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado