AveSui 2020
13-Dez-2019 07:56 - Atualizado em 13/12/2019 09:36
Disponible en español
TVGessulli

DESTAQUES: Recorde na produção de ovos e Paraná livre de PSC de forma isolada

Um resumo das principais notícias da semana nos portais Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial 

 

De acordo com dados divulgados pelo Cepea nesta semana as chuvas nas lavouras de soja de praticamente todo o Brasil têm beneficiado as plantas, o que tem pressionado as cotações. Entre 29 de novembro e 6 de dezembro, os Indicadores da soja Paranaguá e Paraná recuaram 0,56% e 1,05%.  Por outro lado, as cotações do milho continuam subindo no mercado interno. Porém, a intensidade desse movimento está distinta entre as praças acompanhadas, As reações mais expressivas são verificadas em regiões em que, até então, compradores estavam conseguindo “segurar” os preços. Porém, em algumas praças, foram verificadas ligeiras quedas nos valores nestes últimos dias. Esse cenário é resultado de uma busca de ajuste de preços, após a disparada observada desde meados de outubro.

E o Pesquisador do Cepea, Sérgio de Zen foi confirmado como novo assessor da ministra Tereza Cristina na Agricultura. Renomado no setor e criador do índice de preço do Boi Gordo do Cepea, De Zen disse que o convite lhe proporcionará uma situação nova. Para a ministra Tereza Cristina, De Zen "é uma grande aquisição do Mapa.

As 216 cooperativas paranaenses vinculadas ao Sistema Ocepar seguem apresentando resultados positivos. De acordo com a Organização, em 2019 o faturamento ultrapassou R$ 85 bilhões de e projetam investir R$ 3,8 bi a partir de 2020. Em relação à 2018, o faturamento alcançado pelo setor registrou crescimento de 1,67%.

O México registrou um crescimento de 17,3% na indústria de carne. A pecuária contribui com mais de 40% do valor da produção agroalimentar no país e contribui para tornar o México o sétimo maior produtor de proteína animal do mundo.

A produção de ovos bateu novo recorde e chegou a 964,89 milhões de dúzias no terceiro trimestre de 2019 segundo o IBGE. A produção ficou 4,3% acima do apurado no mesmo período de 2018 e 0,7% acima do segundo trimestre. O número é o maior da série histórica da pesquisa iniciada em 1987, sendo o segundo pico consecutivo do ano.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, no assinou  nesta semana a Instrução Normativa nº 63, que separou o Paraná da Zona Livre de Peste Suína Clássica (PSC) formada por outros 13 estados do sudeste, centro-oeste, incluindo alguns do nordeste e de parte do Amazonas. Tereza Cristina citou, entre os benefícios que virão em decorrência da comprovação de sua condição sanitária, a exportação para muitos países, não só de carne suína, mas de bovina também.

As companhias de seguros da China que oferecem cobertura para o setor agrícola, especialmente a pecuária, sofreram um forte golpe com o surto devastador da peste suína africana. De acordo com vice-gerente do departamento de seguros agrícolas da estatal PICC, isso se deu pois as províncias estão relutando em classificar a morte de suínos pela doença para evitar o pagamento de subsídios, o que faz o produtor procurar o seguro comercial. O índice de perdas no seguro de suínos aumentou para cerca de 130%, o que significa que para cada 100 yuans arrecadados em prêmios, as empresas estão pagando 130 yuans. Antes do surto da doença, a taxa de pagamento variava de 50% a 60%.

Redação Ai/SI
Deixe seu Recado