Guia Gessulli
04-Abr-2012 14:43 - Atualizado em 20/04/2016 14:43
AveSui 2012

Embrapa Suínos e Aves usa AveSui para difundir tecnologias

A Embrapa Suínos e Aves está aproveitando a AveSui América Latina 2012 para divulgar algumas de suas principais tecnologias para a produção suinícola e avícola. Para os produtores de suínos o destaque é o Sistrates, processo  que permite obter alto nível de tratabilidade dos efluentes da suinocultura. O sistema é baseado na separação física de sólidos, seguida de biodigestão anaeróbia, remoção biológica de nitrogênio por nitrificação e desnitrificação e precipitação química de fósforo. “O Sistrates tem a possibilidade de ser aplicado de maneira modular e adicional, dependendo da necessidade de tratamento. Uma das vantagens deste sistema é que ele pode ser acoplado a um biodigestor, que é uma tecnologia amplamente difundida nas granjas brasileiras para o tratamento de dejetos”, afirma Paulo Baldi, assistente e Operações da Embrapa Suínos e Aves.

Baldi explica que além do controle da poluição do ar, do solo e da água, o Sistrates tem a vantagem de produzir biogás para a geração de energia elétrica e calor e possibilitar a reutilização da água na granja ou na piscicultura ou lançamento do efluente nos corpos d´água. “Os beneficiários do sistema podem ser granjas de suínos com restrição de área ou em expansão, produtores, cooperativas e agroindústrias ou empreendimentos do setor de gás e energia que produzem biogás a partir da biomassa”, afirma o técnico da Embrapa Suínos e Aves. O Sistrates pode ser usado em projetos de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) e aplicado a efluentes da indústria alimentícia, principalmente abatedouros e processadores de carne. A parceria do sistema é com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Biogás - Os técnicos da Embrapa Suínos e Aves divulgando na AveSui 2012 os resultados de um projeto desenvolvido em parceria com a Itaipu Binacional para a geração de biogás em propriedades rurais. Inovador, o projeto está proporcionando uma nova realidade a 33 famílias instaladas em Sanga do Ajuricaba, no interior de Marechal Cândido Rondon (PR). Elas estão descobrindo o potencial energético do biogás. Um gasoduto de 25,5 Km de extensão foi construído para ligar as propriedades até uma microcentral termelétrica. Os produtores, que estão estruturando uma cooperativa de agroenergia, já trabalham com a geração de energia elétrica e térmica, usada em um secador de grãos. A Embrapa também está participando ativamente dos seminários internacionais de Aves e Suínos que fazem parte da programação da Avesui 2012.

Parceira tradicional da Gessulli Agribusiness, a Embrapa Suínos e Aves participa pelo décimo ano consecutivo da AveSui, sempre apresentando novidades tecnológicas que ajudam o produtor a melhorar seus índices zootécnicos, reduzir custos, elevar a qualidade e a segurança alimentar de seu produto. “Participamos  da AveSui desde a sua criação. A feira é uma excelente oportunidade de encontrar clientes, fornecedores e membros da comunidade técnico científica. Nossa participação nos seminários também é muito forte”, afirma Dirceu Talamini, chefe-geral da Embrapa Suínos e Aves. “Ao reunir, num único local, uma feira de negócios e os seminários conjunturais e técnicos, a AveSui configura-se como um evento extrema importância para a disseminação e a adoção de novas tecnologias nos segmentos de suínos e aves”, completa.


Redação Suinocultura Industrial, de São Paulo (SP
Deixe seu Recado