Basf SI
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Economia

Empresas familiares tem apoio de Desenvolve SP

Agência de fomento paulista desembolsou R$ 257 milhões para micro, pequenas e médias empresas do estado em 2022; negócios em família respondem por 65% do PIB nacional

Redação
05-Ago-2022 08:43

No contexto do período mais agudo da pandemia, diversas empresas familiares no estado de São Paulo puderam continuar operando graças às linhas de financiamento do Desenvolve SP, que ajudou a mitigar os efeitos da retração econômica ao injetar, desde 2020, mais de R$ 2,3 bilhões na economia estadual através de suas linhas de crédito. Em 2022, a agência de fomento paulista desembolsou para micro, pequenas e médias empresas, boa parte delas negócios de família, cerca de R$ 257 milhões, aumentando a capacidade de investimento em modernização, aquisição de insumos e equipamentos.

As empresas familiares representam hoje no Brasil a maior parte das organizações nacionais. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 90% das empresas no Brasil seguem o modelo familiar. Elas são responsáveis pela produção de 65% do Produto Interno Bruto (PIB) e dispõem de cerca de 75% da força de trabalho do País.

Presidente do Desenvolve SP, Sergio Gusmão Suchodolski destaca o apoio que o empreendimento familiar tem através do banco. “O Desenvolve SP é um banco de última milha. Por isso queremos estar sempre próximos dos empreendimentos e contribuir para o crescimento desses negócios de forma sustentável e com condições diferenciadas de financiamento”, destacou o presidente do Desenvolve SP.

Esse foi o caso de Adilson e Nicholas dos Santos, pai e filho. Há cinco anos no ramo de comunicação visual e merchandising com a empresa 24 Horas Produções e Comunicação Visual, na Vila Carioca, zona sul de São Paulo, os dois contaram com uma das linhas de crédito oferecidas pelo Desenvolve SP para compra e modernização de maquinário, o Programa de Crédito Turístico.

“A empresa começou a crescer e precisamos recorrer a um financiamento para melhorias nas máquinas para economia e produção maior, e o Desenvolve SP foi muito importante nesse crescimento”, afirma Nicholas. “Pretendemos realizar novos financiamentos futuramente com o banco, já que a facilidade e os juros são dois dos pontos principais”, acrescenta.

O empreendedor ressalta que todos trabalharam muito para que não houvesse perdas durante a pandemia. “Eu e meu pai somos muito unidos então isso refletiu na pandemia. Não tivemos tantos danos financeiros e pudemos até investir mais. O pilar é respeito, foco em crescimento e ser feliz em família”, disse.

Segundo avaliação de consultorias econômicas que atuam na área, o crescimento é uma área complexa para as empresas familiares, com a combinação de elementos emocionais e financeiros. A regra geral costuma ser: a cada dois anos, o negócio precisa crescer 10% para manter o patrimônio da família em um nível constante, à medida que as gerações se expandem.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade