AveSui2021
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
América latina

Entre Ríos, na Argentina, vendeu mais de 41 mil toneladas de carne suína em 2020

A produção de suínos em Entre Ríos cresce com o apoio da província para a agricultura familiar.

Redação
07-Abr-2021 17:00

Enquanto o consumo anual de carne suína no mundo é de 25 quilos por pessoa, na Argentina mal ultrapassa os 14. A diferença indica o patamar de crescimento da atividade no mercado internacional, nacional e provincial, onde a implantação da agricultura familiar está aumentando.

Relatório elaborado pelo Ministério da Produção mostra que a suinocultura tem crescido de forma constante nos últimos 10 anos, apoiada no acesso às melhores tecnologias em termos de saúde, genética, nutrição e infraestrutura. Os dados mostram que o aumento da produção e do abate, determinou um aumento de 61 por cento nas exportações ao longo de 2020, totalizando 41.345 toneladas comercializadas.

“Entre Ríos cresceu significativamente nesta cadeia de valor e o governo provincial apóia o setor”, declarou o ministro da Produção, Juan José Bahillo; que até ponderou sobre os benefícios nutricionais da carne de porco.

2020 foi um ano atípico desde a pandemia, onde, como outras produções, os suínos tiveram que se adaptar à situação. Entre março e junho ocorreram quedas de preços e vendas devido ao desmantelamento de canais de comercialização como hotéis, restaurantes e catering. Mas aí a tendência se inverteu com o mercado doméstico familiar, o aumento das exportações para a China e a reativação com protocolos de serviços gastronômicos.

Neste contexto, o presidente da Câmara dos Produtores de Suínos da província, Francisco Benedetti, afirmou que “apesar das dificuldades, o nosso sector tem estado em constante crescimento nos últimos anos”.

O dirigente destacou que o crescimento do setor em Entre Ríos é de 300 por cento na última década: “Com base na grande procura e necessidade mundial de proteínas de carne, o setor está em condições de aproveitar esta enorme oportunidade de agregar valor, gerar divisas e empregos porque temos todas as condições em que se destaca o alto estado de saúde ”.

A Argentina tem um estado sanitário invejável e bons índices reprodutivos; No entanto, a exportação atual impacta apenas 5% do que é produzido: em 2020, foram alcançadas 655.313 toneladas de carne bovina com osso, o que representa um aumento de 7,3% em relação a 2019; e 3,7 por cento a mais foram abatidos em relação a ele, chegando a 7.005.128 cabeças. De referir que a participação de Entre Ríos foi de 4 por cento.

Entre Ríos ocupa o quarto lugar na produção de suínos a nível nacional, onde também se registou na província o aumento da produção da última década, triplicando a produção nesse período. Existem atualmente cerca de 26.990 mães em produção, das quais cerca de 47.000 capões são obtidos por mês.

Em Entre Ríos existem 165 fazendas comerciais, cujos estoques variam entre 100 e 32.000 animais. Precisões do Serviço Nacional de Sanidade Animal indicam que 57% da produção total de carne suína em Entre Ríos é abatida fora da província e 43% em fábricas autorizadas no território. Da mesma forma, 40% vai para o mercado de Entre Ríos e o restante vai para outras províncias.

Vale destacar que no território provincial, cerca de 122.000 toneladas de milho e 33 toneladas de soja desativada são convertidas anualmente em 68.000 toneladas de carne suína para consumo. Pode-se constatar que na província existem 1.589 estabelecimentos de suínos que são classificados de acordo com o tipo de produção que realizam, desde a agricultura familiar até incubatórios e cabines.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade