Agroceres Multimix SI
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Agroindústrias

Estabilização de custos torna cenário mais favorável para BRF

Para executivos, migração do consumo de carne bovina para carnes de frango e suína no Brasil e avanço da demanda no exterior criam boas perspectivas

Redação com informações de Valor Econômico
11-Nov-2021 15:19

A tendência de estabilização de custos, aliada à continuidade da migração do consumo de carne bovina para as carnes de frango e suína no país e ao aumento da demanda no exterior, torna o cenário mais positivo para os negócios da BRF neste quarto trimestre e em 2022, sinalizaram os principais executivos da companhia em teleconferência com analistas na manhã de hoje (11/11).

O aumento de custos voltou a pressionar os resultados da BRF no terceiro trimestre deste ano, que também sentiram os reflexos da queda dos preços da carne suína vendida à China e da valorização da opção de venda que os sócios na empresa turca Banvit têm contra a dona das marcas Sadia e Perdigão. A BRF encerrou o período com prejuízo líquido de R$ 277 milhões, ante lucro de R$ 220 milhões no mesmo período do ano passado.

Em contrapartida, a receita líquida aumentou 24,6% na comparação, para R$ 12,4 bilhões, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado cresceu 3,9%, para R$ 1,4 bilhão, e o fluxo de caixa operacional alcançou R$ 1,6 bilhão. “O terceiro trimestre foi bastante desafiador, mas entregamos resultados sólidos”, disse Lorival Luz, CEO global da BRF, na teleconferência.

No Brasil, a receita líquida aumentou 20% no terceiro trimestre, para R$ 6,4 bilhões, em boa medida graças ao reajuste dos preços dos produtos comercialização no varejo — que, em média, foi de 20,7%. Com novos lançamentos, destacou a companhia, a receita proveniente de inovações no país representou 7% do total de julho a setembro, ante 5,6% um ano antes. O Ebitda ajustado no país subiu 5,7%, para R$ 878 milhões.

Ainda no front doméstico, a BRF lembrou que “evoluiu com suas iniciativas para expandir sua atuação em novos canais, disponibilizando seu portfólio no marketplace da Magazine Luiza e na plataforma de vendas BEES, da Ambev”. Na BEES, como noticiou o Valor em primeira mão, a BRF terá uma loja própria para atender mais de 800 mil micro, pequenos e médios estabelecimentos brasileiros cadastrados, e serão comercializados produtos de todas as marcas da empresa.

No Brasil, informou Luz, também está em curso a integração das operações das duas empresas de rações para pets adquiridas recentemente. A ordem agora, disse, é capturar sinergias entre os ativos incorporados do Grupo Hercosul e da Mogiana, e qualquer outra aquisição para reforçar a atuação no segmento foi colocada em compasso de espera.

Em parte, a cautela pode ser explicada pelo efeito do investimento de R$ 1,3 bilhão feito na aquisição dessas operações, que ajudou a levar o índice de alavancagem (relação entre dívida líquida e Ebitda ajustado) da companhia a 3,06 vezes no fim do terceiro trimestre. O objetivo é que o indicador volte a ficar abaixo de 3 vezes. No fim do terceiro trimestre, o endividamento líquido estava em R$ 16,7 bilhões, R$ 1,9 bilhão a mais que no trimestre imediatamente anterior.

Em virtude das aquisições, o fluxo de caixa de investimentos da BRF alcançou quase R$ 1,8 bilhão no terceiro trimestre, 168,9% mais que em igual intervalo do ano passado, mas, com a redução da alavancagem prometida, a tendência é de redução neste quarto trimestre e em 2022 como um todo.

No exterior, o principal ponto de atenção é a China, onde os preços da carne suína recuaram de forma expressiva em meio à recomposição do rebanho do país asiático. A depender do ritmo de continuidade dessa queda, sinalizou o CEO global, a BRF poderá optar por direcionar parte da exportação de carne suína para outros mercados ou mesmo para o mercado brasileiro, na forma de produtos de maior valor agregado.

No terceiro trimestre, o segmento internacional da empresa registrou receita líquida de R$ 5,4 bilhões, 26,4% mais que no mesmo período de 2020. O Ebitda ajustado nessa frente recuou 13,7% na comparação, para R$ 411 milhões. Afora o problema na China, Luz destacou que a demanda está em alta no Oriente Médio, graças à volta do turismo — a receita da distribuição halal continua em elevação —, e no Japão, com a retomada da economia. Na Turquia, com a Banvit, as vendas também estão caminhando bem, de acordo com o executivo.

A BRF destacou, por fim, que continua a avançar com sua agenda ESG, com ações como investimentos de R$ 130 milhões em energia limpa e uma nova política de compra sustentável de grãos — até 2025, 100% dos grãos adquiridos na Amazônia e no Cerrado estarão sendo rastreados.

Assuntos do Momento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"
01 de Dezembro de 2021
Reconhecimento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"

Avaliados pela Serasa Experian, resultados que levaram à escolha da cooperativa catarinense levaram em conta dados financeiros e ações de responsabilidade socioambiental

Grupo de investimentos avalia riscos em empresas de carnes
01 de Dezembro de 2021
Agroindústrias

Grupo de investimentos avalia riscos em empresas de carnes

FAIRR Initiative identificou melhora generalizada em companhias de todo o mundo, mas uso de água e gestão de resíduos ainda estão longe do ideal

Sanepar e Frísia ampliam parceria na conservação de mananciais do programa Fundo Azul
26 de Novembro de 2021
Política Pública

Sanepar e Frísia ampliam parceria na conservação de mananciais do programa Fundo Azul

Programa Fundo Azul da Sanepar, em conjunto com a Frísia, já adequou a destinação de cerca de 42 mil litros de dejetos por dia em propriedades rurais

De olho nos investimentos em galpões para aves e suínos no oeste do PR e Tríplice Fronteira, Lages Patagonia confirma participação na AveSui
29 de Novembro de 2021
AveSui 2022

De olho nos investimentos em galpões para aves e suínos no oeste do PR e Tríplice Fronteira, Lages Patagonia confirma participação na AveSui

A empresa do segmento de estruturas pré-fabricadas para construção civil tem executado obras na Argentina, Paraguai e oeste paranaense

Contrabandistas transportam milhões de dólares de carne não regulamentada para a China todos os anos e o governo parece não conseguir impedi-los
30 de Novembro de 2021
Ilegal

Contrabandistas transportam milhões de dólares de carne não regulamentada para a China todos os anos e o governo parece não conseguir impedi-los

Milhares de quilos de carne são contrabandeados por meio de barcos de alta velocidade

Governo de SC anuncia R$ 27,7 milhões em investimentos para Videira e região
29 de Novembro de 2021
Investimento

Governo de SC anuncia R$ 27,7 milhões em investimentos para Videira e região

Os recursos serão aplicados em agricultura, educação, educação especial, além de transferências diretas às cidades

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade