11-Set-2017 16:49
Comércio

Exportações americanas de carne suína tem queda pela primeira vez

Embarques da proteína americana pela primeira vez em 15 meses registrada baixa devido a forte competitividade

De acordo com estatísticas disponibilizadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) e pela Federação de Exportação de Carne dos Estados Unidos (USMEF), divulgadas nesta semana pela Global Meat News, as exportações americanas de suínos totalizaram 173,675 toneladas em julho, um decréscimo de 4% ano, avaliado em US $ 488,9 milhões, sofrendo uma queda de 0,6%.

No entanto, os dados mostram que os volumes de janeiro a julho tiveram um aumento de 11% em relação ao ano anterior, atingindo patamares de 1,43 milhões de toneladas, enquanto o valor das exportações aumentou 13% em relação ao mesmo período do ano anterior, subindo para US $ 3,7 bilhões. 

As exportações de suínos para o Japão tiveram um declínio em julho comparado ao ano anterior, os embarques caíram 7% em ambos  volume (28, 314 mt) e valor (US $ 120.5 m). Os embarques para o México continuam com crescimento recorde nos últimos seis anos, em julho o volume cresceu 7% comparado ao ano passado, chegando a marcas de 58,625 toneladas e com um acréscimo do valor de 9% chegando a marca de US $ 122.9 milhões.

De acordo com Philip Seng, CEO da USMEF, os resultados servem para lembrar os produtores americanos de que a indústria de produção de carne é competitiva. Seng acrescentou que com muitos dos acordos de exportação sendo revisados, o mercado americano deve manter suas projeções em aberto para que possam fornecer produtos a milhões de consumidores globalmente e manter a produção americana rentável. Com informações do portal Global Meat News.

Redação
Deixe seu Recado