Vale
14-Jun-2017 14:18
Comércio

Exportações catarinense de carne suína têm aumento de 45,5% nas receitas em 2017

Primeiros meses de 2017 são favoráveis para a exportação de suínos e Santa Catarina já fatura 45,5% a mais do que no mesmo período de 2016.  Entre janeiro e maio deste ano, o estado já embarcou 113,2 mil toneladas de carne suína, arrecadando US$ 266,9 milhões. Como maior produtor e exportador de carne suína do país, Santa Catarina busca ampliar as vendas para outros países e foca na conquista por novos mercados.

Em maio, as exportações de suínos chegaram a 20,3 mil toneladas, uma queda de 4,5% em relação a abril. O faturamento foi de US$ 52 milhões, 12,2% a mais do que em maio de 2016. Os principais mercados para carne suína catarinense são a Rússia, China e Hong Kong, que juntos responderam por 67,2% das exportações do estado em 2016.

Para ampliar ainda mais suas exportações, Santa Catarina espera vender carne suína também para a Coreia do Sul, um dos maiores compradores mundiais do produto in natura. Só em 2016, o mercado sul coreano importou 615 mil toneladas de carne suína produzida em outros países e a previsão é de que esse número chegue a 630 mil toneladas este ano. Inicialmente, Santa Catarina espera vender, pelo menos, 30 mil toneladas do produto para aquele país.

As receitas com a exportação de carne de frango também tiveram resultados positivos, em maio foram US$ 140,4 milhões, superando em 4,2% o mês de abril. A quantidade foi de 71,3 mil toneladas, uma retração de 1,4% em relação ao mesmo período. No acumulado do ano, a avicultura já faturou US$ 710,6 milhões pelo envio de 379,2 mil toneladas de carne de frango. Os principais mercados da avicultura catarinense são o Japão, Países Baixos (Holanda e Bélgica), China, Arábia Saudita e Reino Unido.

Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri).

Produção de Carnes em SC

Com forte tradição na pecuária, Santa Catarina é berço das principais empresas do setor de carnes do Brasil. O estado conta com 18 mil produtores integrados às agroindústrias e o setor de carnes gera quase 60 mil empregos diretos em frigoríficos e indústrias de beneficiamento. Como maior produtor nacional de carne suína e o segundo maior de carne de frango, Santa Catarina atende o mercado brasileiro e o exterior, com presença em mais de 120 países.

Santa Catarina é o único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação e, junto com o Rio Grande do Sul, faz parte de uma zona livre de peste suína clássica com certificados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Esse status sanitário diferenciado dá acesso exclusivo aos mercados mais competitivos do mundo, como habilitação para exportar carne suína para Estados Unidos e Japão.

Secom/SC
Deixe seu Recado