Rainha da Paz
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Internacional

Filipinas: 400.000 toneladas de carne suína a serem importadas

As tarifas diminuíram de 30% para 5% há três meses e isso deu início a uma “corrida do porco” no mercado internacional

Redação com informações de Euromeat
22-Abr-2021 16:40 - Atualizado em 22/04/2021 16:52

O mercado filipino deve consumir 400 mil toneladas de carne suína com tarifa de 5% em vez de 30%, já que o país asiático enfrenta um enorme déficit em proteína animal e alta nos preços. Volumes adicionais de até 200 mil toneladas serão trazidos para o país com tarifa de 15% em vez de 40%, conforme despacho assinado pelo presidente Duterte com validade até junho. “Neste momento, meus amigos do setor estão todos correndo para solicitar importação de carne suína. Acho que vai ter um grande volume de importação aproveitando a ordem executiva. Dependendo do que acontecer na economia, acreditamos que pode até subir de 400.000, pode até chegar a 600.000 toneladas métricas este ano no total de importação sob o que chamamos de MAV (volume mínimo de acesso), "Jet Ambalada, Diretor da Associação Filipina de Processadores de Carnes.

Atualmente, a carne suína no mercado ainda é vendida a preços mais elevados, pois carrega tarifas de 30% a 40% e "pode ??levar algum tempo para vender esses produtos, a menos que eles estejam dispostos a reduzir seus custos para diminuir suas perdas . O que precisamos fazer agora é que as carcaças importadas tenham acesso desimpedido aos mercados ", afirmou Jesus Cham, presidente da Associação de Importadores e Comerciantes de Carne das Filipinas da CNN Filipinas. Até agora, as Filipinas dependem de 23% das importações de carne suína, mas a dependência pode aumentar à medida que o país enfrenta um surto de FEA em andamento desde 2019. Desde então, mais de 400.000 porcos foram sacrificados em 5 províncias do país.

De acordo com a projeção da Federação de Produtores de Suínos das Filipinas, pode levar cerca de três anos para que a produção volte aos níveis pré-ASF.

Assuntos do Momento

11 de Maio de 2021
Mercado

Produção de suínos na China deve crescer 19% em 2021

Segundo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China (MARA), a expansão agressiva da capacidade de fazendas de grande escala em 2020 gerou um aumento estimado no abate de suínos para a China

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos
10 de Maio de 2021
Economia

Novos recursos na economia beneficiam o consumo de suínos

No momento, restam ainda mais de R$ 9 bilhões em recursos para serem contratados no Plano Safra 2020/2021

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados
10 de Maio de 2021
Mercado

Análise de Mercado - Frango em alta e preço do suíno cai em três estados

Entre os dias 03 e 07 de maio, o preço do frango vivo eleva sua cotação, com exceção de MG que mantém o valor estável. Suíno vivo teve queda de 1,11% em SC, 2,54% no PR e 2,12% no RS

Disponible en español Disponible en español
Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares
11 de Maio de 2021
América Latina

Na Colômbia carne de porco começa a faltar nos lares

A produção diária na Colômbia é de 1.300 toneladas de carne suína e devido aos efeitos da greve nacional, 720 toneladas / dia deixaram de ser produzidas e comercializadas

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea
13 de Maio de 2021
Mercado

Preços do suíno vivo e da carne se enfraquecem, aponta Cepea

Segundo estudos, a venda de carne no mercado doméstico está enfraquecida

Disponible en español Disponible en español
Greve Nacional na Colômbia com risco de desnutrição em fazendas de suínos
13 de Maio de 2021
Sanidade

Greve Nacional na Colômbia com risco de desnutrição em fazendas de suínos

O presidente da PorkColombia afirmou que em algumas fazendas do país estão contando as horas para iniciar o abate em massa porque não há comida para os porcos

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade