Vale
10-Nov-2017 16:10
Matriz Energética

Geração de Energia Elétrica através da suinocultura é discutida no MS

,
.
Com o objetivo de discutir e estreitar a relação de conhecimento e a viabilidade da micro geração de energia elétrica através do biogás e energia fotovoltaica, produzidos em granjas de suínos do Mato Grosso do Sul, a Câmara Setorial Consultiva da Suinocultura realizou no último dia 26 o 1º Workshop de Micro Geração de Energia Elétrica e Compensação Proveniente da Suinocultura.

No evento que aconteceu no Sindicato Rural e contou com a participação de instituições e empresas ligadas ao setor como: IMASUL, ER-BR, ENERGISA, ASSUITA, ASSUGLORIA, SEARA ALIMENTOS, UFGD, CONCEN, FAMASUL, COOPERALFA, CERGRANDE, COOASGO, BVN ENGENHARIA, BANCO DO BRASIL e AVIGRAND, e ainda a presença de diversos produtores, foi destacado o enorme potencial do Estado e discutida a viabilidade de uma eventual compensação do uso desta energia gerada.

O encontro resultou na formação de um Grupo de trabalho que desenvolverá o Projeto e terá a missão de buscar soluções para possíveis dificuldades quando da implantação desta geração e compensação de energia. Fazem parte deste grupo FAMASUL, CONCEN, CERGRANDE e UFGD, tendo como coordenador Alessandro Boigues, da Associação de Suinocultores.

Segundo Celso Philippi Junior, Coordenador da Câmara e Presidente da Associação Sul Mato-grossense de Suinocultores, o encontro possibilitou que fossem reunidos num mesmo fórum, todas as entidades diretamente ligadas ao setor. “Foi um evento estritamente técnico, que ajudou a desmistificar a matéria” comentou contando ainda que de maneira muito simples, com a apresentação de casos de sucesso de outros Estados, foi possível encontrar viabilidade para implantação do projeto.

Ainda conforme o coordenador, ao seguir rigorosamente os protocolos e projetos exigidos em lei e ainda pelas concessionárias a Câmara conseguirá êxito e o setor será beneficiado. “Com isso abriremos um leque de oportunidades para grande parte dos suinocultores do Estado, que terão uma nova e importante fonte de renda” completou Celso.

Celso lembrou que no Estado existem produtores que estão em fase de financiamento bancário para aquisição dos equipamentos e a implantação dos projetos e que a ideia é que o grupo possa ajuda-los na execução.

A Câmara, recém-reativada, deve realizar sua primeira reunião ordinária no próximo dia 20 de novembro, em Campo Grande, na Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), a partir das 9h30min.

 

Semagro
Deixe seu Recado