Basf SI
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Investimento

Granja Faria investe R$ 120 milhões no cultivo de soja e milho

Com um aporte anual de R$ 120 milhões, prevê plantar 180 mil hectares de soja e milho na safra 2022/23 por meio da Insolo

Redação com informações de Broadcast Agro
28-Jun-2022 08:50 - Atualizado em 28/06/2022 09:09

A Granja Faria, líder do mercado de ovos, está avançando também em outras frentes, como cultivo de grãos. Com um aporte anual de R$ 120 milhões, prevê plantar 180 mil hectares de soja e milho na safra 2022/23 por meio da Insolo, com produção no Maranhão, Tocantins e Piauí, informa a empresa, em comunicado.

A mesma Insolo também investe R$ 15 milhões neste ano para controle biológico de pragas e doenças em 15% de suas lavouras, ou 25 mil hectares.

Até 2023/24, a empresa espera cobrir o dobro de área com esta tecnologia que implica diminuição na aplicação de agroquímicos. Ricardo Faria, proprietário do negócio, destacou na nota que a empresa tem um centro de pesquisa que identifica inimigos naturais das pragas.

A Granja Faria lidera o mercado de ovos no Brasil com 7% da produção, o que equivale a 3,6 bilhões de dúzias por ano. De acordo com Faria, a expectativa é aumentar o faturamento em 25% em 2022 e atingir R$ 1,4 bilhão.

"Esperamos que ovos especiais e de galinhas criadas soltas impulsionem este crescimento, além da substituição de carnes por ovos", comentou Faria. O executivo destacou, ainda, que prevê mais aquisições, especialmente no Centro-Oeste e Nordeste. "Queremos reforçar ainda neste ano nossa presença nestas regiões", concluiu.

Em 2021, a Granja Faria iniciou a incorporação de três fábricas de fertilizantes em Minas Gerais, Paraná e Tocantins, no valor de R$ 50 milhões, e de uma granja de poedeiras que atenderá o Distrito Federal e Goiânia.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade