Alltech
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Commodities

Grãos passam por realização de lucros em Chicago

Soja, milho e trigo recuaram na sessão

Redação com informações de Valor
04-Ago-2021 09:00

Em um pregão marcado por preocupações com a chegada da variante delta do coronavírus à China e por certa aversão ao risco, os investidores realizaram lucros no mercado de grãos, que recuaram na bolsa de Chicago nesta terça-feira.

A soja liderou as baixas, com o contrato do grão para setembro, atualmente o mais negociado, recuando 2,49% (33,75 centavos de dólar), a US$ 13,1975 o bushel. “O mercado também se apegou à melhora da qualidade da lavoura americana na última semana e a uma fase de calmaria na demanda, com falta de compras da China nos últimos dias”, disse ao Valor Vlamir Brandalizze, analista de mercado da Brandalizze Consulting.

Na segunda-feira, o Departamento de Agricultura do EUA (USDA) informou que as condições das lavouras de soja no país melhoraram. As áreas em boas ou excelentes condições subiram 2 pontos percentuais, de 58% para 60%, em relação à semana anterior. No mesmo período de 2020, a fatia era de 73%.

Na mesma direção, o milho “devolveu” parte da valorização da véspera. O vencimento para dezembro, de maior liquidez no momento, recuou 1,34% (7,5 centavos de dólar), a US$ 5,5175 o bushel.

No trigo, sob a perspectiva de oferta menor que o esperado para a safra 2021/22, as quedas foram menores. O contrato para setembro fechou em baixa de 0,72% (5,25 centavos de dólar), a US$ 7,2450 o bushel.

Notícias de revisão nas estimativas de produção da Rússia, maior exportador mundial, agitaram o mercado. Mais cedo, o Commerzbank afirmou também que as perspectivas para a colheita americana são ruins. “Os rendimentos das lavouras de primavera em regiões de cultivo importantes, como Dakota do Norte, devem atingir seu nível mais baixo em quase três décadas como resultado do calor e condições secas”, escreveu a analista Michaela Helbing-Kuhl.

Ontem à noite, o USDA indicou que as lavouras de trigo de primavera que estavam em excelentes ou boas condições subiram 1 ponto percentual de uma semana para outra, para 10% do total, bem abaixo dos 70% do mesmo período do ano passado.

Assuntos do Momento

Haiti registra mais um caso de Peste Suína Africana nas Américas
21 de Setembro de 2021
Ocorrência Sanitária

Haiti registra mais um caso de Peste Suína Africana nas Américas

A ocorrência foi confirmada ontem (20/09) pela OIE; é o segundo caso da enfermidade na América Latina, o que acende um alerta ainda maior em toda a suinocultura da região

Preço do suíno vivo sobe em vários estados
20 de Setembro de 2021
Análise de Mercado

Preço do suíno vivo sobe em vários estados

Após um começo de mês nada animador para o segmento, a última semana registrou novos aumentos em várias praças. Valor poderia ser maior, mas baixo poder aquisitivo da população segue impedindo.

Situação é preocupante na suinocultura com custos superando preço do animal vivo
16 de Setembro de 2021
Custos

Situação é preocupante na suinocultura com custos superando preço do animal vivo

Quadro afeta especialmente os produtores independentes, que têm menos poder de fogo nas negociações de grãos para ração

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem
20 de Setembro de 2021
Insumos

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações

20 de Setembro de 2021
EUA

Nos EUA, deputados democratas pedem recursos para prevenir peste suína africana

Grupo de deputados pediu US$ 75 milhões em recursos para que autoridades de saúde animal previnam e se preparem para um possível surto de PSA no país

Competitividade da carne de frango frente à suína é a menor em 9 anos
17 de Setembro de 2021
Mercado

Competitividade da carne de frango frente à suína é a menor em 9 anos

Levantamento do Cepea mostra que, na média deste mês (até o dia 15), a diferença entre a carcaça especial suína, também comercializada na Grande São Paulo, e o frango inteiro é de apenas 1,19 Reais/kg

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade