Alltech
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Comentário

Importância do correto manejo nutricional para o macho suíno reprodutor - por Diego Duran Araujo

Redação
21-Jul-2017 16:23 - Atualizado em 24/07/2017 09:00

A busca pela maximização dos índices zootécnicos da suinocultura moderna passa por diversos fatores, sendo um deles a nutrição do macho reprodutor. A adequada nutrição para essa fase é muitas vezes negligenciada pelos produtores, o que pode inviabilizar a máxima expressão do desempenho dessa categoria. 

Em granjas comerciais é comum encontrarmos a ração de fêmeas em gestação sendo ofertada para os machos reprodutores, com intuito de minimização de custos e facilidade de manejo. Uma dieta de gestação, entretanto, não atenderá satisfatoriamente às necessidades nutricionais dessa categoria, interferindo, assim, na performance reprodutiva dos machos (idade à puberdade, produção e concentração espermática, libido, etc.). Além disso, deve-se considerar a relevante contribuição dessa categoria para os resultados zootécnicos das granjas, visto que um único macho reprodutor pode gerar de 7.000 a 9.000 descendentes por ano, ou até mais. Uma nutrição corretamente balanceada para o varrão irá refletir no aumento da vida útil reprodutiva dessa categoria, assim como na melhor qualidade do ejaculado.

Uma das principais causas de descarte de varrões adultos é representada pelo excesso de peso e pelos problemas físicos correlacionados a esse excesso, tais como os defeitos de aprumos e a baixa libido. Para evitar esse quadro, é necessário fornecer dietas que maximizem a longevidade e a fertilidade dos machos, ao mesmo tempo em que reduzem o ganho de peso excessivo dos animais na fase adulta. Uma vez que a simples redução do consumo diário não se torna viável, por implicar em redução na libido e na produção espermática, faz-se necessário compreender os efeitos individuais dos diversos nutrientes (tabela 1) antes que se possa formular uma dieta específica para machos, a qual permita um menor ganho de peso, sem comprometimento da libido e da produção de sêmen.

, Divulgação
Tabela 1. Efeito de alguns nutrientes sobre o desempenho reprodutivo de reprodutores suínosDivulgação

A qualidade das matérias-primas utilizadas na composição das rações é fundamental, e grande atenção deve ser dada a presença de micotoxinas nessas matérias-primas. A presença de zearalenona, vomitoxina e aflatoxina pode estar relacionada à atrofia dos testículos, diminuição da fertilidade, redução no consumo e em menor escala, redução de libido.

Atender corretamente os requerimentos nutricionais dos machos reprodutores é um dos fatores de sucesso na suinocultura. Diante disso, devemos estar atentos ao fornecimento de uma dieta de qualidade para essa fase para que esses animais não sejam penalizados, visando aumentar sua longevidade e suas características reprodutivas.

Assuntos do Momento

Haiti registra mais um caso de Peste Suína Africana nas Américas
21 de Setembro de 2021
Ocorrência Sanitária

Haiti registra mais um caso de Peste Suína Africana nas Américas

A ocorrência foi confirmada ontem (20/09) pela OIE; é o segundo caso da enfermidade na América Latina, o que acende um alerta ainda maior em toda a suinocultura da região

Preço do suíno vivo sobe em vários estados
20 de Setembro de 2021
Análise de Mercado

Preço do suíno vivo sobe em vários estados

Após um começo de mês nada animador para o segmento, a última semana registrou novos aumentos em várias praças. Valor poderia ser maior, mas baixo poder aquisitivo da população segue impedindo.

Situação é preocupante na suinocultura com custos superando preço do animal vivo
16 de Setembro de 2021
Custos

Situação é preocupante na suinocultura com custos superando preço do animal vivo

Quadro afeta especialmente os produtores independentes, que têm menos poder de fogo nas negociações de grãos para ração

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem
20 de Setembro de 2021
Insumos

Preços do milho seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações

20 de Setembro de 2021
EUA

Nos EUA, deputados democratas pedem recursos para prevenir peste suína africana

Grupo de deputados pediu US$ 75 milhões em recursos para que autoridades de saúde animal previnam e se preparem para um possível surto de PSA no país

Competitividade da carne de frango frente à suína é a menor em 9 anos
17 de Setembro de 2021
Mercado

Competitividade da carne de frango frente à suína é a menor em 9 anos

Levantamento do Cepea mostra que, na média deste mês (até o dia 15), a diferença entre a carcaça especial suína, também comercializada na Grande São Paulo, e o frango inteiro é de apenas 1,19 Reais/kg

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade