Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Economia

Ipea estima aceleração no PIB agropecuário em 2020

No caso da pecuária, todos os componentes devem impulsionar o crescimento do valor adicionado, com destaque positivo para a produção de suínos, com projeção de alta de 4,5% neste ano.

Redação AI/SI
26-Fev-2020 14:05

A seção de Economia Agrícola da Carta de Conjuntura do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgada nesta sexta-feira, 21, prevê crescimento do produto interno bruto (PIB) do setor agropecuário para 2020: alta de 3,4% (com o prognóstico de safra utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE) e de 4,1% (com o prognóstico de safra da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab). Os pesquisadores reviram as previsões para cima, uma vez que a estimativa anterior era de crescimento de 3,2% e 3,7%, respectivamente.

Na análise por segmento, há previsão de alta de 3,5% no valor adicionado da pecuária. A perspectiva é de um avanço de 3,9% (cenário de safra do IBGE) e 5% (cenário de safra da Conab) no valor adicionado da lavoura, puxado pelo bom desempenho da soja (alta de 8,7% na produção, de acordo com o IBGE) e do café (13,1%).

No caso da pecuária, todos os componentes devem impulsionar o crescimento do valor adicionado, com destaque positivo para a produção de suínos, com projeção de alta de 4,5% neste ano. Os pesquisadores do Ipea também utilizaram nas análises as previsões de volume de produção do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) para a pecuária.

O documento conta com uma subseção de crédito rural (com contrações e condições de crédito) e de insumos (com destaque para fertilizantes e produção de máquinas agrícolas). Além disso, há uma avaliação detalhada dos mercados e preços agropecuários domésticos feita pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (USP). Os pesquisadores observaram uma continuidade na trajetória de redução das taxas médias de juros do crédito rural. 

AveSui2021_dentro

Para o diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea, José Ronaldo de Castro Souza Júnior, “os efeitos econômicos do coronavírus podem representar um risco para as projeções do PIB agropecuário, uma vez que a demanda externa por carnes e, por consequência, a produção interna podem ser afetadas”. Mas ele não acredita em um efeito negativo sobre a produção da carne suína para a exportação porque a China ainda sofre as consequências da peste suína africana e seus rebanhos permanecem reduzidos.

O Brasil é o maior exportador mundial de soja e as exportações brasileiras podem ser  afetadas pelo recente acordo entre Estados Unidos e China, que prevê crescimento de 192% das importações de soja para a China em 2020 e de 258% em 2021 (na comparação com 2019). Porém a meta é inalcançável, uma vez que representaria um volume maior do que toda a soja produzida nos Estados Unidos nos dias atuais. Mas tudo indica que haverá uma grande pressão para ampliar as exportações norte-americanas para a China, deslocando os principais fornecedores. Por se tratar de uma commodity, é sempre possível realocar a oferta brasileira para outros mercados que deixariam de ser atendidos pela soja dos EUA (com todas as dificuldades de redefinições logísticas e contratuais envolvidas).

Assuntos do Momento

Conheça a trajetória de Deborah de Geus, finalista na categoria Mulheres Cooperadas
05 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Conheça a trajetória de Deborah de Geus, finalista na categoria Mulheres Cooperadas

Formada em Medicina Veterinária, possui forte participação em entidades de classe e comitês internos da cooperativa Frísia, colaborando com a melhoria da produção de outros associados

Conheça Celsi Sandmann, uma das finalistas da categoria Mulheres Cooperadas
02 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Conheça Celsi Sandmann, uma das finalistas da categoria Mulheres Cooperadas

Com uma vida dedicada ao cooperativismo, Celsi sempre batalhou no campo e se tornou associada da Lar em 1982, se tornando inspiração para outras mulheres empreendedoras

AveSui2021_dentro
Dirce Zanatta é finalista na categoria Mulher Cooperada, conheça sua trajetória no cooperativismo
03 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Dirce Zanatta é finalista na categoria Mulher Cooperada, conheça sua trajetória no cooperativismo

Associada há dez anos na Coopavel, Dirce agrega um perfil focado em inovar sempre, se adequando às necessidades e regulamentações de sanidade e gestão de sua propriedade

Solcera KGF irá apresentar soluções cerâmicas para o agro e bicos para pulverização e nebulização na AveSui Online 24H/7D
01 de Março de 2021
Tecnologia

Solcera KGF irá apresentar soluções cerâmicas para o agro e bicos para pulverização e nebulização na AveSui Online 24H/7D

A empresa adquiriu a KFG, uma das mais tradicionais no campo de bicos, a qual também dispõe de tecnologias em cabines para nebulização. A Solcera é mais uma empresa confirmada para feira digital da Gessulli Agribusiness

Frimesa é finalista na categoria Varejo com a campanha '1 ano de Mercado Grátis'; conheça o plano de marketing
04 de Março de 2021
Prêmio Quem é Quem

Frimesa é finalista na categoria Varejo com a campanha '1 ano de Mercado Grátis'; conheça o plano de marketing

O projeto de comunicação voltado ao varejo contemplou uma série de ações, contando com a participação da dupla sertaneja Fernando & Sorocaba, além da apresentadora Ana Hickmann

MecFlux irá apresentar seu portfólio de lubrificantes de grau alimentício na AveSui Online 24H/7D
04 de Março de 2021
Evento Digital

MecFlux irá apresentar seu portfólio de lubrificantes de grau alimentício na AveSui Online 24H/7D

Importadora dos produtos Anderol no Brasil, a empresa dispõe de lubrificantes com certificação ISO 21.469, NSF 3H e NSF H1, além das religiosas Kosher e Halal

Mais assuntos do momento