AveSui 2020
18-Out-2019 10:04 - Atualizado em 18/10/2019 11:47
Bolsa de Suínos

Ladeira acima: preços do suíno continuam em alta

Em São Paulo, Minas Gerais e Goiás o quilo do animal comercializado se aproxima dos R$ 5,50

Resumo da Notícia

  • Em São Paulo, Minas Gerais e Goiás o quilo do animal comercializado se aproxima dos R$ 5,50
  • Nos estados da região Sul, a expectativa é de que chegue aos R$ 5 nos próximos dias.

Desde agosto os preços do suíno vivo se mantêm em alta em todos os estados acompanhados pela Suinocultura Industrial. Em São Paulo, Minas Gerais e Goiás o quilo do animal comercializado se aproxima dos R$ 5,50. Já nos estados da região Sul, a expectativa é de que chegue aos R$ 5 nos próximos dias. Confira todos os preços aqui.

VEJA AINDA: Machos estressados, leitões estressados? 

Entre a semana passada e a atual os estados de Minas Gerais e Goiás foram os que tiveram a maior alta nos preços do suíno vivo. De acordo com a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg), o preço passou de R$ 5,00 para R$ 5,40, o que significa valorização de 8%.

Em São Paulo, que tem agora o valor maior entre os estados produtores, o preço chegou a R$ 5,49. Antes, era R$ 5,38, segundo dados da Associação Paulista dos Criadores de Suínos (APCS).

Dentre os estados do Sul, o maior preço do quilo do animal vivo é do Paraná. Nesta semana, o valor chegou a R$ 4,93, em alta de 4,23% sobre a semana anterior, quando a comercialização era de R$ 4,73.

Em Santa Catarina, o preço do animal vivo passou de R$ 4,69 para R$ 4,91. A valorização foi de 4,69%, de acordo com a Associação Catarinense dos Criadores de Suínos (ACCS). Já no Rio Grande do Sul, o preço chegou a R$ 4,82 nesta semana. Houve aumento de 2,55% sobre os R$ 4,70 da semana anterior, aponta a Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul.

CONTEÚDO RELACIONADO: Veja outros dois países com PSA que têm comprado mais do Brasil

 

 

 

Redação SI
Deixe seu Recado