Guia Gessulli
14-Mar-2019 08:40
Insumo

Leilões de milho devem ser feitos ainda este mês no MT

Com produtores de aves e suínos sofrendo com a falta e o alto preço do insumo, Conab deve agilizar o leilão

Desde o início do ano os produtores e suínos do Mato Grosso têm sofrido com os altos preços e baixa disponibilidade de milho no estado. Segundo Itamar Canossa, presidente da Associação dos Criadores de Suínos do Mato Grosso (Acrismat), a solução está sendo pedir socorro ao governo federal e à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

No dia 07 de março, o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Marcelo Lopes, e a equipe política da entidade estiveram reunidos com o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Eduardo Sampaio. A audiência teve como objetivo atender a demanda da Associação dos Criadores de Suínos do Mato Grosso (Acrismat) referente à realização de leilões de milho para o estado no período de entressafra.

Lopes apresentou ao secretário a situação do estado do Mato Grosso e salientou que os produtores estão preocupados e receosos com a falta do grão. “A situação é alarmante, devido aos volumes que saem do estado para outras unidades da Federação e também pelo atual preço que o milho é comercializado. Dessa forma, de acordo com os estudos da Acrismat, a demanda necessária para compor os estoques até o mês de maio é de sessenta mil toneladas”. O presidente da ABCS destacou ainda que essa situação provavelmente se estabilizará após a colheita da safrinha, devido à alta capacidade de produção do Mato Grosso.

O socorro deve chegar este mês. Segundo nota publicada pela Conab nesta quarta-feira (13/03), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está finalizando procedimentos para ofertar parte de estoques de milho da Conab localizados no Mato Grosso e atender demanda dos criadores, de acordo com a Secretaria de Política Agrícola.

Os preços do milho no estado tiveram forte alta neste início de ano, justificou o secretário Eduardo Sampaio. Nesta primeira quinzena do mês, os preços do produto, na média de R$ 27/60 kg, estão 23% acima do que foi registrado em março do ano passado. A situação, segundo o secretário, se deve à redução na oferta no período de entressafra, dificultando o abastecimento para os consumidores e criadores de aves, suínos e bovinos no estado.

O secretário, na mesma nota, informou que pretende agilizar o processo dos leilões. “Para minimizar a situação, trabalhamos para que a Conab lance os leilões de milho no estado ainda neste mês”, completa.

Mato Grosso atualmente é o quinto maior produtor brasileiro de suínos, segundo dados do Rabobank. Canossa calcula que o estado hoje comporta em torno de 400 granjas de suínos. Isso totaliza um montante de 160 mil matrizes.

Caroline Mendes/Redação SI
Deixe seu Recado