Agroceres Multimix
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Conectividade no campo

Londrina tem demonstração do potencial do uso da internet 5G no agronegócio

Uma antena de uso experimental da tecnologia foi instalada e houve demonstração de projetos-piloto de conectividade no campo

Redação com informações de Governo do Brasil
13-Ago-2021 13:50

A internet 5G deve transformar o campo por meio da tecnologia. Com velocidade mais alta, ela vai mudar a forma como o produtor gerencia os processos. Nesta quarta-feira (12), em Londrina (PR), ocorreram novas demonstração de projetos-piloto de conectividade no agronegócio com a instalação de uma antena de transmissão 5G. É a terceira antena instalada em área rural. A iniciativa é liderada pelo Governo Federal, por meio dos ministérios das Comunicações e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que o 5G vai conectar toda a cadeia de produção do campo. “Desde a lavoura, da plantação, para entrar no caminhão, a gente vai conectar 48 mil quilômetros de rodovias federais para se conectar com o porto, se conectar com o aeroporto. Então, todo produto vai estar conectado. Vamos ter economicidade, gastar muito menos com fertilizante. Vai ser um aumento muito grande dos ganhos com o agronegócio”, disse.

Segundo a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, a inovação será importantíssima para o agro brasileiro. "Isso vai revolucionar o agro brasileiro”, destacou. “Vamos poder democratizar a tecnologia e inovação para todos os estados brasileiros”, completou a ministra da Agricultura.

Em Londrina, a Nokia, a operadora Sercomtel e a Embrapa Soja participaram da homologação do sinal para uso experimental, a fim de definir parâmetros técnicos à instalação antes da disponibilização do sinal.

Demonstrações do 5G no agronegócio

O chamado Gado Digital foi uma das demonstrações do uso da tecnologia no campo ocorrida durante o evento em Londrina. Uma espécie de brinco colocado na orelha do gado possibilita a rastreabilidade e controle, via internet. Por meio de um óculos de realidade mista, o criador consegue ver os dados do animal e foi feita uma ligação para assistência veterinária remota.

No agronegócio, o 5G ainda poderá ser usado em inteligência artificial em tratores pulverizadores autônomos, drones de captação de imagem e monitoramento remoto de segurança patrimonial. Com o uso da tecnologia, os maquinários com inteligência artificial poderão se conectar a todas as etapas de produção elevando o agronegócio a novos patamares de inovação e competitividade. E facilitar o uso de aplicativos, drones e outras soluções que podem trazer benefícios ao dia a dia no campo.

As demonstrações foram realizadas durante a Vitrine de Tecnologias da Embrapa.

Projetos-piloto

Os pilotos do uso do 5G envolvem regiões urbanas específicas e áreas rurais que, normalmente, têm conectividade limitada. Os testes para o agronegócio estão sendo realizados em cidades selecionadas pela referência de suas universidades e instituições de pesquisa agropecuária. Instalações e testes de antenas com 5G já foram realizados em Rondonópolis (MT), na área do Instituto Mato-Grossense de Algodão (IMAmt) e em Sorocaba (SP), no Centro Universitário Facens.

Tecnologia 5G

A previsão é que no segundo semestre deste ano ocorra o leilão que vai definir a empresa responsável pela implantação do 5G no país, de acordo com o Ministério das Comunicações. O 5G é a tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga. É uma conexão de internet móvel mais rápida, ágil e econômica. Com um tempo curto de transmissão de dados, permite o carregamento instantâneo de vídeos em altíssimas resoluções.

Durante o discurso, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, fez um balanço sobre a inclusão da população brasileira no mundo digital. “Temos 40 milhões de pessoas no Brasil que ainda não têm internet. Eram 48,5 milhões. Conectamos 8,5 milhões de pessoas que receberam internet por meio do Wi-Fi Brasil. Conectamos mais de 10 mil escolas, mais de 1,8 mil postos de saúde, várias praças”, disse.

Assuntos do Momento

19 de Outubro de 2021
Diversidade Cultural

Mais de 120 colaboradores da BRF carimbam o passaporte e atuam em diferentes países

Com experiência no exterior e apoio da Companhia, profissionais enriquecem currículo, compartilham conhecimentos e promovem a diversidade cultural

BRF anuncia mais habilitações de Cingapura para exportação de produtos suínos
22 de Outubro de 2021
Expansão

BRF anuncia mais habilitações de Cingapura para exportação de produtos suínos

Já a unidade de Lucas do Rio Verde (MT) obteve autorização para a venda de suínos e seus miúdos

BRF investe R$ 5,5 milhões em modernização do laboratório industrial em Lucas do Rio Verde
20 de Outubro de 2021
Investimento

BRF investe R$ 5,5 milhões em modernização do laboratório industrial em Lucas do Rio Verde

Estrutura foi ampliada e conta com os mais modernos equipamentos para garantir a qualidade da análise de produtos da Companhia 

22 de Outubro de 2021
Evento

BRF marca presença na Expo Dubai 2020

Companhia mantém importante atuação no mercado Halal com indústrias na região e exportação de produtos a partir de diversas unidades pelo Brasil

Veto da China à carne bovina brasileira já dura mais de um mês e assusta governo
19 de Outubro de 2021
Suspensão

Veto da China à carne bovina brasileira já dura mais de um mês e assusta governo

No início de setembro, o Brasil suspendeu os embarques da proteína ao país asiático depois da confirmação de casos da vaca louca

Brasil conclama China a avançar no comércio de carne
20 de Outubro de 2021
Negociação

Brasil conclama China a avançar no comércio de carne

Embaixador brasileiro diz que o governo acredita em progresso no reconhecimento pela China do status do Brasil como livre de febre aftosa e como um país de ‘risco insignificante’ para a doença da vaca louca

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade