Vale
05-Dez-2017 17:30 - Atualizado em 05/12/2017 23:13
Sanidade

Pará é reconhecido como zona livre de febre aftosa

A partir do reconhecimento pelo Mapa dos estados do Pará, Amazonas e Amapá, todo o Brasil evolui para o status de livre de febre aftosa, com vacinação

,
.
O ministro Blairo Maggi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em visita à capital paraense, assinou nesta segunda-feira (04/12), em conjunto com o Governador Simão Jatene, a Instrução Normativa que reconhece Zonas de Proteção do Pará como livres de febre aftosa, com vacinação.

A partir do reconhecimento pelo Mapa dos estados do Pará, Amazonas e Amapá, todo o Brasil evolui para o status de livre de febre aftosa, com vacinação. Santa Catarina é o único Estado livre de febre aftosa, sem vacinação, desde 2007. A previsão é que se obtenha o reconhecimento internacional da nova condição sanitária pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) em maio de 2018.

Em seu discurso, o ministro reiterou convicção sobre o futuro promissor da agropecuária paraense, reiterando que não a necessidade de abertura de novas áreas. 

“O Pará será um dos produtores da agricultura e da pecuária brasileira sem a necessidade de abertura de novas áreas”, disse Blairo Maggi. "O governo do Pará, assim como o governo brasileiro, não incentiva qualquer desmatamento. Se ocorrem, dentro da lei, é porque é permitido, mas o que é fora da lei é combatido. Estamos fazendo no Brasil o que é correto, salutar, o que o Brasil precisa”.

Blairo Maggi dirigiu-se ao governador Simão Jatene para enfatizar a mudança significativa da opinião pública brasileira com relação ao produtor rural, citando uma pesquisa feita com a população urbana que segundo o ministro reconhece a agricultura e a pecuária como importantes para a sociedade brasileira.

O governador Simão Janete em discursou concordou com as palavras de Blairo Maggi, dizendo que a produção pode sim avançar, sem precisar avançar sobre as florestas.

Ainda em Belém, o ministro participou da cerimônia de abertura do V Encontro Nacional de Defesa de Sanidade Animal (Endesa 2017), promovido pelo Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa.

 

Mapa
Deixe seu Recado