Vale
10-Ago-2017 16:07
Desenvolvimento

Paraguaios visitam cooperativa em busca de conhecimento

Comitiva do Paraguai foi à segunda do exterior a visitar a Dália neste ano

Cooperativas do exterior estão buscando conhecimento na Dália Alimentos. Neste ano, duas cooperativas paraguaias estiveram em Encantado para conhecer o modelo de gestão adotado e praticado pela Dália. Na terça-feira (08/08), uma comitiva composta por 32 pessoas, sendo a maior parte associados e coordenadores zonais da Cooperativa Colonias Unidas, do Departamento de Itapua, no Paraguai, esteve na sede da cooperativa.

O grupo cumpriu agenda pelo Estado e um dos destinos visitados foi a sede da cooperativa, em Encantado, no Vale do Taquari. A recepção foi realizada pelo presidente do Conselho de Administração Gilberto Antônio Piccinini e pelo gerente da Divisão Produção Agropecuária Igor Weingartner. Ao ouvir as explanações de Piccinini, os cooperados paraguaios realizaram uma série de questionamentos, principalmente em relação ao modelo de governança corporativa adotado pela Dália. Elogiaram a forma de estruturação do organograma, alicerçado no Conselho de Administração e que segue na linha de dois presidentes – do Conselho e Executivo. Piccinini destacou os projetos sociais desenvolvidos, com enfoque para o Sucessão Familiar e para o trabalho forte com o objetivo de atingir a todos os elos da família. “Trabalhamos com todos os membros da família para que tenham a noção de que são extremamente importantes para todo o contexto familiar e para o bom andamento das atividades do campo”.

Weingartner abordou os modelos de produção da cooperativa, destacando os programas de suínos e de leite aplicados junto ao quadro social. Também falou sobre o projeto frango de corte, que já está sendo executado e passará a funcionar dentro de dois anos.

Acompanhou o grupo o presidente da Federação das Cooperativas de Produção do Paraguai e membro do Conselho de Administração da Cooperativa Colinas Unidas, Eugenio Schöller, que falou em nome do grupo. “A Dália tem uma realidade bastante parecida com a nossa, em termos de produção e quadro de associados. Aqui percebe-se que é seguindo um modelo de gestão profissionalizada e isso nos chamou a atenção”. Também esteve presente o professor universitário e economista da Universidade de Ijuí, Alceu Van Der Sand, que presta assessoria à cooperativa paraguaia.

No encerramento da conversa, Schöller presenteou Piccinini com uma placa de agradecimento pela acolhida e com variedades de erva-mate produzidas pela cooperativa. Piccinini agradeceu a gentileza e entregou ao representante o Livro “Destemidos”, lançado pela Dália na passagem dos 70 anos de fundação da cooperativa, em junho último. A visita dos paraguaios encerrou-se com visita ao Condomínio Associativo com Ordenha Robotizada de Arroio do Meio e à Granja Suinocultura do Vale, também em Arroio do Meio.

 Saiba mais

A cooperativa paraguaia foi fundada em 1953, possui quatro mil famílias associadas e, conforme a safra, o número de funcionários pode variar entre 1,4 mil e 1,8 mil colaboradores. A cooperativa produz erva-mate, grãos – soja, trigo e milho –, suínos, lácteos, possui uma fábrica de rações e adquiriu um porto para embarque de grãos.

, ,
1/2
, ,
2/2

Ascom
Deixe seu Recado